São Lourenço do Piauí - PI

Prefeita eleita de São Lourenço do Piauí ganhará 13 mil por mês

Também foram estabelecidos os subsídios para vice-prefeito, controlador geral, assessor especial, diretor de departamento, chefe de setor e secretários municipais.

ANDREIA SOARES

Foram aprovados pela Câmara Municipal de São Lourenço do Piauí, e pelo atual prefeito Biraci Damasceno, os subsídios para prefeito, vice-prefeito, controlador geral, assessor especial, diretor de departamento, chefe de setor e secretários municipais, para a próxima legislatura, vigente de 2017 a 2020.


A próxima prefeita, Michelle de Oliveira Cruz, eleita com 50,14% dos votos contra 49,86% do então prefeito, vai ganhar por mês, 13 mil reais. Para vice-prefeito, o valor estabelecido foi de R$ 7.500,00, já para os secretários municipais, R$ 3.100,00. O controlador geral também vai ganhar R$ 3.100,00, o assessor especial e diretor de apartamento, receberão R$ 1.500,00 cada e o chefe de setor, R$ 1.200,00. 


Conforme a Lei nº 093/2016, aprovada dia 24 de outubro de 2016, os subsídios poderão ser alterados, se necessário, segundo revisão geral anual. Vale ressaltar ainda que “é vedado o acréscimo de qualquer gratificação, adicional, abono, prêmio, verba de representação ou qualquer espécie remuneratória”.