Coronavírus no Piauí

Profissionais da FMS estão sem receber adicional de insalubridade

O adicional é destinado para os servidores da FMS que estão trabalhando na linha de frente contra a covid-19.

Bárbara Rodrigues
Teresina
- atualizado

Profissionais de saúde que atuam no Hospital Dr. Miguel Couto, no bairro Monte Castelo, na zona sul de Teresina, estão sem receber o pagamento do adicional de insalubridade de 40%, conforme anunciado pelo prefeito Firmino Filho.

O adicional é destinado aos servidores da Fundação Municipal da Saúde (FMS) que estão trabalhando na linha de frente contra a covid-19 e possuem contato com os infectados.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fundação Municipal de SaúdeFundação Municipal de Saúde

No entanto, os profissionais da área da saúde afirmaram que os valores referentes ao adicional não foram pagos este mês e que até este sábado (23) a FMS não deu um posicionamento em relação a demanda.

O que diz a FMS

O GP1 procurou a Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina que, por meio de nota de esclarecimento, afirmou que ocorreu um erro no sistema, mas que o problema será resolvido e o pagamento dos profissionais realizado logo em seguida.

Confira a nota na íntegra

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) informa que, por uma inconsistência no sistema, alguns profissionais que atuam na linha de frente de combate à Covid-19, trabalhando diretamente com pacientes, deixaram de receber o adicional de insalubridade de 40%. A FMS assegura que todos os servidores que têm direito ao benefício, o receberão integralmente e que, para isso, a Diretoria de Recursos Humanos está trabalhando para resolver a situação o mais breve possível.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Estado do Piauí ultrapassa 100 mortes pelo novo coronavírus

Brasil tem 21.048 mortes e 330.890 casos confirmados de coronavírus

Barras registra uma morte e 45 casos confirmados de coronavírus