Teresina - PI

Stanley Freire prioriza aliança com Firmino e vai deixar o PL

O vereador confirmou a saída do antigo PR, hoje PL, que deve lançar Fábio Abreu como candidato à Prefeitura de Teresina em 2020.

Andressa Martins
Teresina
Germana Chaves
Teresina
- atualizado

“A única certeza que tenho é que no PL [antigo PR] não vou ficar”, disparou o vereador Stanley Freire durante entrevista na Câmara Municipal de Teresina nesta quarta-feira (12). Stanley não disse ainda em qual partido pretende se filiar.

Na base do prefeito Firmino Filho (PSDB) na Câmara, Freire disse que aguarda um direcionamento do chefe do executivo para decidir seu destino político. O vereador falou que não possui “alinhamento” político com o presidente da sigla, deputado estadual Fábio Xavier e destacou a possibilidade do capitão Fábio Abreu sair candidato à Prefeitura em 2020.

  • Foto: Helio Alef/GP1Stanley FreireStanley Freire

“A única certeza que tenho é que no PL [antigo PR] não vou ficar. Hoje não temos um alinhamento político [com PL] e fazemos parte do quadro do prefeito Firmino Filho, sendo que o PL talvez tenha um candidato [a prefeito] que é o deputado Fábio Abreu, então não convém a gente ficar no partido. Estamos estudando os partidos, tem o Solidariedade, do deputado Evaldo Gomes, vamos conversar com ele e com o pastor Gessivaldo, mas vamos esperar também o prefeito Firmino Filho dar um direcionamento”, afirmou.

O pai de Stanley, o ex-deputado federal Silas Freire, é filiado ao PRB do pastor Gessivaldo. Questionado sobre a possibilidade de ficar na mesma sigla do pai, Stanley contou que vai dialogar com o dirigente da sigla.

“Com certeza existe [possibilidade de ir para o PRB]. Irei conversar com o pastor Gessivaldo, que além de ser o presidente do PRB, é um amigo, irei junto com o nosso colega Levino. Estamos conversando”, finalizou.