Teresina - PI

Themístocles Filho diz que decisão de Luiz Júnior não foi surpresa

"Eu prefiro tratar dos assuntos da Capital, dele não. Mas, deixe ele [Luíz Júnior] tomar o rumo dele. Eu quero que Deus o ajude", declarou o deputado.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O presidente do MDB de Teresina, o deputado estadual Themístocles Filho, que preside a Assembleia Legislativa do Piauí disse durante entrevista ao GP1, na manhã desta segunda-feira (05), que o vice-prefeito da Capital Luiz Júnior (MDB) tem todo direito de seguir com o prefeito Firmino Filho (PSDB) em 2020, mas alertou que é necessário arcar com as consequências políticas que possam vir com a escolha.

Themístocles disse que decisão de Luiz Júnior não lhe causou surpresa, inclusive, desejou sorte ao futuro ex-aliado. “É um direito dele. Se ele vai seguir com o Firmino eu imagino que deve ser no PSDB. Não é surpresa não. O cidadão é vice, é livre e independente para tomar os rumos que quer. Eu prefiro tratar dos assuntos da Capital, dele não, cada um toma os rumos que deseja. Depois é que vem as consequências políticas”, alertou Themístocles Filho.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Themístocles FilhoThemístocles Filho

Mesmo que de maneira indireta, o presidente da Assembleia Legislativa sugeriu que Luiz Júnior, que foi indicado por ele como vice de Firmino Filho em 2016, teste a força política colocando o nome à disposição dos eleitores no próximo ano.

“Se o cidadão é forte, deveria ser candidato a vice-prefeito, prefeito, vereador. Aí você sabe se o cidadão tem substância eleitoral ou não. Mas deixe ele [Luíz Júnior] tomar o rumo dele. Eu quero que Deus o ajude", declarou Themístolces Filho.

MDB x Firmino

O MDB, que em 2016 apoiou a reeleição de Firmino Filho, estará em lado oposto ao Palácio da Cidade no pleito do próximo ano. Os dois grupos romperam em 2017 após desavenças políticas que se asseveraram após o resultado da eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Teresina.

Na época, o atual presidente da Casa, o vereador Jeová Alencar (que está no PSDB, mas já confirmou filiação ao MDB) foi reeleito ao cargo a contragosto de Firmino que planejava eleger o vereador Evandro Hidd (PDT) como comandante do parlamento teresinense.

Firmino acusou Themístocles Filho de ter interferido no processo em favor de Jeová Alencar, o que foi a gota d’água na relação entre eles. Desde então, Firmino e Themístocles militam em campos opostos.

NOTÍCIA RELACIONADA

Luiz Júnior admite deixar MDB para seguir com Firmino Filho em 2020