Jacobina do Piauí - PI

TJ nega liberdade a acusado de matar o primo em Jacobina do Piauí

O relator foi o desembargador Joaquim Dias de Santana Filho, que nos autos considerou que a prisão preventiva do suspeito foi decreta com base na necessidade da ordem pública.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

A 2ª Câmara Especializada do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI), negou o pedido de habeas corpus de Jorge Antônio da Silva, acusado de assassinar o próprio primo no município de Jacobina no dia 19 de outubro de 2019.

A decisão foi publicada na quarta-feira (08) no Diário Oficial Eletrônico de Justiça. O relator foi o desembargador Joaquim Dias de Santana Filho, que nos autos considerou que a prisão preventiva do suspeito foi decreta com base na necessidade da ordem pública, devido a prática de homicídio com excesso de violência, com disparos de arma de fogo e golpes de faca na vítima.

Com isso, a 2ª Câmara Especializada negou o pedido de habeas corpus, pois a prisão do suspeito não apresenta ilegalidade e nem constrangimento.

Relembre o caso

Um homem identificado como João Batista da Silva, foi assassinado a tiros e facadas na localidade de Baixa Verde, no município de Jacobina do Piauí. O suspeito do crime é primo da vítima, identificado como Jorge Antônio da Silva, que foi preso após o ocorrido.

Conforme o capitão da Rocha, da Polícia Militar de Jacobina, a vítima e o suspeito iniciaram a briga durante uma bebedeira. “Eles tiveram um desentendimento por causa da passagem de um portão, no caso uma cancela. Os dois já estavam bebendo juntos, com a discussão, eles puxaram a faca um para o outro e como tinha um irmão da vítima por lá, acabou acalmando os dois e no momento se afastaram”, informou

Ainda conforme o capitão da Rocha, momentos depois, a vítima foi abordada quando tinha ido cuidar de um criatório de peixes. No local houve luta corporal e João Batista foi assassinado com disparos de arma de fogo e golpes de faca.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Homem é morto a tiros e facadas em Jacobina do Piauí e primo é suspeito

Juiz decreta preventiva de acusado de matar o primo em Jacobina

Mais conteúdo sobre: