Eleições 2020

TSE garante que não haverá atraso na divulgação da apuração no 2° turno

O sistema apresentou instabilidade por horas durante a apuração do primeiro turno das eleições municipais, no dia 15 de novembro.

Nathalia Carvalho
Teresina
- atualizado

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) garantiu, na noite dessa terça-feira (17), que as falhas na totalização de votos não devem se repetir no segundo turno das eleições municipais, que acontecem no próximo dia 29 de novembro.

Por meio de nota enviada à imprensa, a Corte Eleitoral disse que “equipes técnicas do TSE e da Oracle entendem que a falha no plano de execução no primeiro turno não se repetirá no segundo turno, tendo em vista que o otimizador já está calibrado para processar um volume maior de informações de forma célere”, informou o relatório.

O ministro Luís Roberto Barroso admitiu o atraso e pediu desculpas pelo ocorrido e ressaltou que as falhas não comprometeram o resultado final. “Peço desculpas aos colegas e à sociedade brasileira por essa dificuldade que enfrentamos, mas esclareço que não houve nenhum tipo de comprometimento para a fidedignidade do voto, para a fidelidade da manifestação da vontade popular”, disse o presidente do TSE.

O problema foi causado por uma falha no supercomputado que acabou atrasando a publicação dos resultados. “Nós tivemos um pequeno problema no processamento dessas informações, pela utilização de um novo supercomputador”, informou o ministro. “Foi resolvido [o problema] e nós conseguimos divulgar a totalização no próprio dia das eleições, o que é um feito extraordinário”, explicou o ministro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Falha em supercomputador do TSE provou atraso na apuração, diz Barroso

TSE admite dificuldade técnica em divulgação de votos

Mais conteúdo sobre: