Política

Warton Lacerda diz que Wellington vai conseguir manter base unida

O mais recente problema na base iniciou com o retorno de Júlio Arcoverde (PP) para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi).

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina

O deputado estadual Warton Lacerda (PT) afirmou nessa quarta-feira (22) que o governador Wellington Dias (PT) vai conseguir resolver os recentes atritos que estão ocorrendo entre os aliados e destacou que é importante manter a base unida.

O mais recente problema na base iniciou com o retorno de Júlio Arcoverde (PP) para a Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), isso acabou fazendo com que a suplente Belê Medeiros (PP) perdesse a vaga no legislativo. Os Progressistas ficaram pressionando o governador Wellington Dias pelo chamamento de Fábio Novo para a Secretaria Estadual de Cultura (Secult), para assim acomodar Belê.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Warton LacerdaWarton Lacerda

Logo depois Fábio Novo manifestou que queria ficar na Alepi e deixou claro que não gostou nada estar sendo usado como moeda de troca pelo PP. Mesmo insatisfeito com a situação, Novo decidiu assumir a Secult.

Para Warton Lacerda, o governador vai conseguir manter a união na base. “É um assunto que cabe diretamente ao governador e ao Progressistas, mas o governador deve estar pensando em manter a base unida, em manter a base organizada, então é interessante que as partes se resolvam”, afirmou.

O PT estava com 8 deputados na Alepi, com a saída de Fábio Novo a base diminui, mas Warton não acredita que isso irá prejudicar a legenda. “Não acho que vai prejudicar, até porque somos muito unidos, conversamos muito, diariamente. Então a base do PT é unida, claro que tem uns com mais experiência, mas é normal”, explicou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fábio Novo vai assumir Secretaria da Cultura no mês de junho

Júlio Arcoverde critica Fábio Novo e descarta conversa com petista

Fábio Novo diz que está sendo usado como moeda de troca pelo PP