Política

Wellington Dias anuncia onde será investido R$ 1,6 bilhão do Fundef

Conforme o governador, o plano é um grande passo para a Educação do Estado, que vai dar prioridade para que as escolas possam funcionar em torno de investimento em tecnologia.

Germana Chaves
Teresina
Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Na tarde desta quarta-feira (08), o governador do Piauí, Wellington Dias (PT-PI), e o secretário de Estado da Educação, Ellen Gera, anunciaram, através de uma live nas redes sociais, a retomada e realização de 156 novas obras para a Educação do Piauí, através do Plano Educar Piauí, que prevê uma série de investimentos e benefícios para a educação visando a diminuição do analfabetismo e combate à evasão escolar.

Durante a transmissão, foi apresentado o detalhamento para onde serão investidos os recursos na ordem de R$ 1.652.169.584,10 bilhão referente a uma ação judicial do antigo Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério) que o Estado ganhou em 2017 em desfavor da União. O valor foi creditado no dia 30 de junho.

Conforme o governador, o plano é um grande passo para a Educação do Estado, que vai dar prioridade para que as escolas possam funcionar em torno de investimento em tecnologia e também pensando em proporcionar Educação Superior em todos os municípios do Piauí.

  • Foto: Reprodução/YoutubeWellington Dias e Ellen GeraWellington Dias e Ellen Gera

“Hoje estamos dando um grande passo, apresentando o Plano Educar Piauí, aproveitando esse período, para que as escolas continuem trabalhando de forma alternativa com o uso da tecnologia. Vamos caminhar para termos Educação Superior em todos os municípios do Piauí. Estamos pensando na Educação Básica, mas também com esse objetivo de pensarmos no Ensino Superior”, pontuou.

Durante a live, o secretário Ellen Gera destacou os objetivos o Plano Educar Piauí, sendo quatro pontos onde serão investidos os R$ 1.652.169.584,10. “Esses eixos de investimentos é onde nós temos grandes programas pedagógicos, que vão cuidar das frentes de proficiência, abandono, evasão, analfabetismo e também olhando para a valorização da gestão escolar e dos profissionais de Educação, muito por meio da formação deles”

Objetivos do Plano Educar Piauí

1- Elevar o grau de proficiência dos alunos da rede pública em todos os níveis de Ensino, priorizando o Ensino Médio.

2- Corrigir o fluxo educacional e garantir educação na idade certa, reduzindo os índices de distorção idade-série, de evasão e de abandono em todos os níveis educacionais, priorizando o Ensino médio.

3- Ampliar a oferta de vagas na educação profissional priorizando as potencialidades econômicas dos Territórios de Desenvolvimento Sustentável e dos Arranjos Produtivos Locais do Estado.

4- Reduzir a incidência do analfabetismo na população piauiense e ampliar o atendimento educacional de jovens e adultos, assegurando a permanência e o sucesso do aluno.

Confira os eixos de investimentos

Programas: pedagógicos, valorização da gestão e formação dos profissionais:

- Ações, programas e políticas voltadas para alfabetização e avanço na escolaridade de jovens e adultos;

- Sistema de avaliação e monitoramento da aprendizagem dos alunos da rede estadual;

- Pacto estadual de alfabetização na idade certa em regime de colaboração com os municípios;

- Formação continuada de professores e profissionais da educação;

Investimento em tecnologia e infraestrutura:

- Expansão e melhoria da educação básica;

- Expansão e fortalecimento do programa de Educação com Mediação Tecnológica do Piauí;

- Expansão e melhoria das escolas de educação de tempo integral;

- Expansão e melhoria do atendimento educacional especializado;

- Expansão e manutenção das escolas agrotécnicas;

- Expansão e melhoria da educação técnico-profissional;

Desenvolvimento de ações de apoio à rede de ensino:

- Expansão do programa estadual de apoio ao Transporte Escolar;

- Manutenção da rede de ensino;

- Reformulação do Programa de autonomia, cooperação e transparência da gestão escolar e funcionamento geral da rede.

Obras e equipamentos

Ao todo, o Governo do Estado ainda quer realizar um total de 232 obras em 104 municípios, que serão avaliadas em R$ 92.298.363,32. Com isso 76 obras serão retomadas; 92 ordens de serviço serão assinadas e 64 obras com licitação já estão autorizadas.

Além desse valor, R$ 74.016.610,21 serão destinados para equipamentos.

Confira o plano abaixo ou clicando aqui.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Wellington Dias vai criar grupo para acompanhar uso de R$ 1,6 bilhão do Fundef

Governo do Piauí recebe R$ 1,6 bilhão de ação judicial do Fundef