Política

Wellington se reúne com Themistocles para definir votação de PEC

“O governador refirmou que a PEC não vai prejudicar os servidores estaduais. Embora seja um controle de gastos, o projeto não vai penalizá-los", disse João Mádison.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O deputado estadual João Mádison Nogueira (PMDB) participou de reunião com o governador Wellington Dias (PT) na manhã desta sexta-feira (23) para tratar do novo Regime Fiscal do Estado. O parlamentar confirmou que o projeto será votado na próxima segunda-feira (26) durante a sessão plenária na Assembleia Legislativa do Piauí.

“O governador refirmou que a PEC não vai prejudicar os servidores estaduais. Embora seja um controle de gastos, o projeto não vai penalizá-los. Além do mais, tudo que estiver contido no texto será cumprido à risca. A matéria será votada na próxima segunda e acreditamos que ela será aprovada”, disse o deputado.

  • Foto: Priscila Caldas/GP1João MádisonJoão Mádison

Quanto a possíveis alterações no texto original do projeto de lei, João Mádison explicou que poderá haver uma redução do prazo de validade da proposta que é de dez anos, caso o estado alcance a meta de 10% da receita líquida para investimentos. “Essa deverá ser a principal mudança”, explicou o deputado.

O encontro contou ainda com a presença do presidente da Assembleia Legislativa, Themístocles Sampaio Filho (PMDB).

Muita confusão

Manifestantes de diversas categorias dentre elas, da Policia Militar, tentaram invadir a sala da presidência da Assembleia onde deputados estaduais e líderes de outros poderes do Estado estavam reunidos. O objetivo do protesto era impedir a votação do projeto de lei.