Teresina - PI

Zé Filho recusa convite de Henrique Pires para se filiar ao MDB

 “A chance da gente estar no MDB na eleição do ano que vem só seria uma, se ele [Henrique Pires] fosse candidato a prefeito apoiado pelo prefeito Firmino Filho", disse o vereador.

Germana Chaves
Teresina
Andressa Martins
Teresina

O presidente do Avante no Piauí, vereador de Teresina Zé Filho, descartou a possibilidade de se filiar ao MDB em 2020. Ele foi indagado após visita ao deputado estadual emedebista Henrique Pires, nesta segunda-feira (08), na Assembleia Legislativa do Piauí.

Na oportunidade, ele esclareceu que não tem pretensões de deixar a base do prefeito Firmino Filho (PSDB) e disse qual seria a única chance de mudar para o partido de Henrique Pires.

“A chance da gente estar no MDB na eleição do ano que vem só seria uma, se ele [Henrique Pires] fosse candidato a prefeito apoiado pelo prefeito Firmino Filho. Se ele não for, vou estar do lado do prefeito. O MDB é oposição, a chance de eu ir para lá é zero”, afirmou o vereador.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Henrique Pires e vereador Zé FilhoHenrique Pires e vereador Zé Filho

Diante do descarte de Zé Filho, Henrique Pires brincou e citou uma foto que circula nas redes sociais onde Firmino Filho veste uma camisa com o nome PMDB.

“Sou agradecido a ele [Zé Filho] que votou em mim junto com o vereador Nilson [Cavalcante]. Não posso em hipótese alguma, exigir nada, agora convite para que ele estivesse no MDB, sempre farei. Essa semana tem até uma foto do Firmino vestindo uma camisa do PMDB, rodando nas redes sociais. Vai que ele [Zé Filho] dá uma fraquejada”, brincou Pires.