GP1

Ananindeua - Pará

Suspeito de ajudar no massacre em escola de Suzano é detido

Jovem foi levado ao Instituto Médico Legal e na sequência será encaminhado para o Fórum da cidade.
Por Estadão Conteúdo

A Justiça determinou a apreensão na manhã desta terça-feira, 19, do adolescente suspeito de ajudar a planejar o massacre na Escola Estadual Raul Brasil, em Suzano, na Grande São Paulo.

O jovem foi levado ao Instituto Médico Legal e na sequência será encaminhado para o Fórum da cidade. Ele deve passar por uma audiência judicial ainda nesta manhã. A audiência será acompanha pelo Ministério Público.

Por praxe, os pedidos de internação provisória são de 45 dias, mas o período mesmo será determinado depois dessa audiência.

A polícia já havia pedido a apreensão do jovem, mas na sexta, 15, ele foi ouvido no Fórum de Suzano e liberado após o Ministério Público não acatar o pedido da polícia. No mesmo dia, a polícia fez uma operação de busca e apreensão na casa do adolescente.

Na segunda-feira, 19, acotneceu uma reunião entre MP e polícia para análise das provas coletadas. No encontro, os investigadores apresentaram documentos e aparelhos eletrônicos levados da casa do adolescente. Segundo a Polícia Civil, a participação do novo suspeito teria ocorrido na fase de preparação. O adolescente de 17 anos também é ex-aluno da escola e estudou com G.T.M.

O ataque deixou 10 mortos e 11 feridos nesta quarta, 13. Cinco das vítimas eram estudantes da Raul Brasil e outras duas eram funcionárias da instituição.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Internauta cita massacre em escola de Suzano para ameaçar Elana

MP apura envolvimento de fóruns de ódio na web em atentado em Suzano

Polícia pede apreensão de 3° suspeito de participar de ataque em Suzano

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.