GP1

Teresina - Piauí

Jeová Alencar volta a criticar o transporte público de Teresina

Um requerimento de Jeová Alencar foi aprovado na Câmara e será encaminhado à Strans, onde o vereador pretende descobrir se essas empresas que prestam o serviço na capital estão dentro da lega

O presidente da Câmara Municipal de Teresina, Jeová Alencar (PSDB), voltou a criticar a situação do transporte coletivo de Teresina. O vereador estuda pedir a anulação da licitação do transporte coletivo de Teresina que foi realizada em 2015, onde 13 empresas foram vencedoras e receberam o direito de explorar o serviço por 15 anos na capital.

Um requerimento de Jeová Alencar foi aprovado na Câmara Municipal de Teresina e será encaminhado à Strans, onde o vereador pretende descobrir se essas empresas que prestam o serviço na capital estão dentro da legalidade e se estão cumprindo com o que o edital da licitação pediu. Com base nessas informações ele vai decidir se vai ingressar com uma ação para anulação da licitação.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Jeová AlencarJeová Alencar

Jeová afirmou nessa terça-feira (5) que se as empresas não estão prestando um bom serviço, a licitação deve ser anulada. “Todos nós vereadores aprovamos as licitações dos ônibus, para que Teresina pudesse contar com o melhor transporte público. Infelizmente, o que nós temos hoje é uma das passagens mais caras do Brasil e um dos piores serviços prestados à população. Diante das informações que vier, nós iremos pedir o cancelamento da licitação pelo fato dos empresários não estarem cumprindo o que diz o edital. Nós temos aí ônibus sucateados, ônibus não estão sendo substituídos de acordo com o edital, ônibus com ar condicionado por ônibus sem ar condicionados, e isso fere o edital. Diante disso, quem é que está pagando? É a população. E nós não podemos nos calar, aliás, a cidade não pode se calar”, afirmou.

Ele explicou que se conseguir a anulação da licitação, então uma outra teria que ser realizada pela Prefeitura de Teresina, para que a população não seja prejudicada.

“A prefeitura tem que tomar alguma iniciativa e, claro, fazer a lei. Fazer uma nova licitação, abrir um novo leque e tentar melhorar o transporte. A integração já foi mostrada que não existe, essa integração veio para acabar com a população. Isso aí todos nós sabemos. Não tem ninguém que esteja gostando dessa integração, não só quem usa o transporte público, mas também quem fica nas avenidas principais, é um verdadeiro ‘Kamikase’. Teresina não estava preparada para receber esse sistema, a verdade é essa! E ninguém quer falar isso para ninguém”, criticou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Jeová Alencar pode pedir anulação de licitação do transporte público

MP-PI faz audiência para discutir qualidade do transporte público

Câmara aprova Portal da Transparência para transporte público de Teresina

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.