GP1

Teresina - Piauí

Artistas protestam contra a Lei Seca e bloqueiam a Frei Serafim

Os manifestantes se concentraram no cruzamento da Avenida Frei Serafim com a Coelho de Resende e bloquearam totalmente o trânsito.

Brunno Suênio/GP1 1 / 11 Manifestantes na Avenida Frei Serafim Manifestantes na Avenida Frei Serafim
Brunno Suênio/GP1 2 / 11 Strans foi acionada para controlar o trânsito Strans foi acionada para controlar o trânsito
Brunno Suênio/GP1 3 / 11 Trânsito congestionado Trânsito congestionado
Brunno Suênio/GP1 4 / 11 Setor de eventos realiza manifestação Setor de eventos realiza manifestação
Brunno Suênio/GP1 5 / 11 Trânsito ficou lento na Avenida Frei Serafim Trânsito ficou lento na Avenida Frei Serafim
Brunno Suênio/GP1 6 / 11 Cássio Bruno Cássio Bruno
Brunno Suênio/GP1 7 / 11 Manifestantes interditaram a Avenida Frei Serafim Manifestantes interditaram a Avenida Frei Serafim
Brunno Suênio/GP1 8 / 11 Manifestação na Avenida Frei Serafim Manifestação na Avenida Frei Serafim
Brunno Suênio/GP1 9 / 11 Japa cantora esteve presente na manifestação Japa cantora esteve presente na manifestação
Brunno Suênio/GP1 10 / 11 Manifestantes em frente ao Palácio de Karnak Manifestantes em frente ao Palácio de Karnak
Brunno Suênio/GP1 11 / 11 Motociclista Rafael Santos passava pelo local no momento da manifestação Motociclista Rafael Santos passava pelo local no momento da manifestação

Vários artistas piauienses estão realizando uma manifestação na manhã desta quarta-feira (21) na Avenida Frei Serafim e no Palácio de Karnak, no Centro de Teresina. Os profissionais protestam contra a implantação da Lei Seca no próximo final de semana no Piauí. A medida foi anunciada na última segunda (21) pelo governador Wellington Dias (PT) em função da pandemia da covid-19, que nas últimas semanas tem registrado aumento no número de casos em todo o estado.

Os manifestantes bloquearam os dois sentidos da Avenida Frei Serafim e pediram que o governador não assine o decreto de implantação da Lei Seca, previsto para o próximo final de semana, nos dias 23, 24 e 25 de outubro. Em entrevista ao GP1, o presidente da Associação dos Músicos do Piauí, Cássio Bruno, relatou que a classe foi surpreendida com a decisão, ele disse que os músicos estão parados desde fevereiro e que ainda estão tentando retornar a normalidade.

“Só no anúncio do governador já foram cancelados vários shows e eventos em geral. A decisão afetou o mercado que estava desde fevereiro parado e agora que estava voltando. Foi decretado que os locais tinham que ser acústicos, com distanciamento, os restaurantes e casas de show colocaram todos os procedimentos legais, aí vem agora esse decreto que já vai começar a depenar o nosso movimento novamente. Os músicos ficaram todos tristes com esse decreto porque vai começar tudo de novo, foram muitos meses sobrevivendo em outras casas, sendo sustentados pela família, e agora o governador está dizendo que tem uma nova onda de covid-19, mas a gente entende que essa onda é em alguns municípios, aqui na capital não teve um aumento de casos. A gente entende que poderia esperar mais”, contou Cássio Bruno.

Os manifestantes se concentraram no cruzamento da Avenida Frei Serafim com a Rua Coelho de Resende e bloquearam totalmente o trânsito. Em seguida, eles partiram para o Palácio de Karnak, sede do governo estadual. A cantora Japa contou ao GP1 que não entende a fundamentação do decreto e que os manifestantes só irão sair da frente do Palácio de Karnak com uma posição das autoridades.

  • Foto: Brunno Suênio/GP1Japa cantora esteve presente na manifestaçãoCantora piauiense Japa esteve presente na manifestação

“Desnecessário esse decreto, está tudo aberto no início da semana e no final de semana querem decretar lei seca. A primeira coisa que o governador tinha que decretar era acabar com as reuniões e passeatas políticas, porque lá ninguém está trabalhando. Nos shows não é só os cantores, tem os artistas, garçons, donos de bares, está todo mundo trabalhando. A gente só está querendo o direito de trabalhar, não estamos querendo nada mais que isso, fechou pra um, tem que fechar pra todos”, desabafou.

O motociclista e agente de portaria Rafael Santos, que passava pelo local, apoiou o movimento e disse que os manifestantes tem todo o direito de protesto. “Eu acho uma manifestação justa, tem muitos jovens, os jovens tem todo direito de trabalho, eles tem todo o direito de chamar a atenção. Está certo e tem que fazer uma manifestação pacífica”, afirmou.

Agentes da Superintendência de Transportes e Trânsito de Teresina (Strans) estão no local para orientar o trânsito.

Lei Seca

O governador Wellington Dias (PT) anunciou no início da tarde de segunda-feira (19) que vai implantar a Lei Seca durante o próximo final de semana, dias 23, 24, 25 em função da pandemia do novo coronavírus, que nas últimas semanas tem registrado aumento no número de casos confirmados de covid-19 em todo o estado do Piauí. O gestor não descartou adotar a medida em outros finais de semana.

A medida foi apresentada durante a inauguração do Centro de Reabilitação - CER IV- na cidade de Parnaíba, em alusão ao Dia do Piauí, comemorado hoje.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Covid-19: Wellington Dias anuncia Lei Seca no fim de semana

Covid-19: prefeito Firmino Filho vai decretar Lei Seca em Teresina

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.