GP1

Eleições 2020

Vereador Evandro Hidd diz que a oposição faz “politicagem barata”

 “Acho que os ânimos da oposição estão mais alterados por conta dessas pesquisas que estão saindo e que colocam o nosso candidato [Kleber Montezuma] como aquele que mais cresce", disse Hidd.

O vereador de Teresina Evandro Hidd (PDT) afirmou, durante entrevista nesta quarta-feira (23), que a oposição tem criticado a administração de Firmino Filho (PSDB) motivada pelo período eleitoral. Na avaliação do parlamentar, os adversários estão desesperados com o crescimento do candidato a prefeito professor Kleber Montezuma (PSDB) e que por isso, têm praticado uma “politicagem barata”.

“Acho que os ânimos da oposição estão mais alterados por conta dessas pesquisas que estão saindo e que colocam o nosso candidato [Kleber Montezuma] como aquele que mais cresce. Então, uma coisa liga a outra. A gente vai entendendo esse desespero da oposição. Porque a gente não se irmana para trabalhar pela cidade, ao invés de ficar fazendo um trabalho eleitoreiro, um trabalho político, politicagem barata”, disparou Hidd.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Vereador Evandro Hidd (PDT)Vereador Evandro Hidd (PDT)

O impasse entre os dois lados foi motivado depois que a oposição denunciou a falta de investimentos por parte do poder público municipal na zona rural de Teresina.

“A Prefeitura de Teresina tem investimento altíssimo nas zonas rurais fazendo estradas, como a da Boa Hora, do Campestre que foram iniciados os trabalhos de pavimentação asfáltica. A gente vê obras da prefeitura na cidade toda. É de se estranhar que só agora a oposição se levante dizendo que a zona rural está abandonada. A Agespisa tem responsabilidade para manutenção dos poços, pelo abastecimento das comunidades e o que a Agespisa tem feito? Ela é do governo do Estado”, ponderou Evandro Hidd.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.