GP1

Teresina - Piauí

Motoristas e cobradores de ônibus suspendem paralisação em Teresina

A decisão se deu em assembleia realizada na manhã de hoje. Os trabalhadores defendem convenção coletiva.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro-PI) realizou assembleia na manhã deste sábado (16) e decidiu suspender a paralisação dos motoristas e cobradores de ônibus de Teresina, que estava prevista para acontecer na segunda-feira (18).

A decisão se deu após pedido da Procuradoria Geral do Município (PGM) de Teresina, que estabeleceu um prazo de 72 horas para os empresários assinarem a convenção coletiva de trabalho.

Em entrevista ao GP1, o diretor jurídico do Sintetro, José Esmerino, explicou que na terça-feira (19) a categoria vai participar de uma reunião na PGM com as demais partes, e caso não haja um consenso depois disso, os trabalhadores devem paralisar as atividades.

“Nós tivemos essa assembleia hoje e decidimos suspender a paralisação que estava prevista para acontecer na segunda-feira. Na terça-feira a gente vai se reunir novamente com a Procuradoria Geral do Município e a Strans para definir a nossa convenção coletiva. Se não houver avanço, nós vamos partir para o movimento que estava previsto”, explicou José Esmerino.

Paralisação

Em assembleia realizada na última quinta-feira (14), os trabalhadores do transporte público haviam decidido cruzar os braços na segunda (18), caso o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) não assinasse o acordo de convenção coletiva, que inclui salário, ticket alimentação e plano de saúde.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.