GP1

Teresina - Piauí

Edson Melo espera que JVC decida destino após conversa com Ciro

“Espero que ele [JVC] tenha uma conversa com ministro Ciro e coloque as coisas às claras”, disse Melo.

O presidente do Diretório do PSDB de Teresina, vereador Edson Melo, informou à imprensa nesta segunda-feira (18) que o ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira (Progressistas) deverá ter uma conversa em breve com o ex-senador João Vicente Claudino (PTB). O diálogo terá papel esclarecedor quanto ao possível alinhamento de JVC ao projeto político da oposição liderado por Ciro.

Na avaliação de Edson, ainda tem espaço na oposição para o ex-senador que tem mantido interesse de se lançar candidato ao Governo do Estado nas eleições de 2022.

Foto: Lucas Dias/GP1Vereador Edson Melo
Vereador Edson Melo

“Eu acredito que sim [tem espaço pra JVC na oposição], o ex-senador João Vicente é meu amigo, é amigo do doutor Sílvio, tem excelente contato conosco do PSDB e tem mostrado em todas as suas conversas que vai marchar com as oposições. Colocou o nome, mas de repente houve um afastamento dele não participar dessas caravanas, mas isso não quer dizer que o diálogo tenha se encerrado. Esperamos que ele volte a conversar e seja uma opção”, destacou Melo.

“O ex-senador João Vicente tem um nome limpo, tem um histórico político como senador muito bom, como empresário nem se fala, então nós esperamos que ele retorne, então aí é uma questão dele, de conversas. O que sei é que nos próximos dias, eu espero que ele tenha uma conversa com o senador e ministro Ciro Nogueira, e coloque as coisas às claras para saber se tem interesse ou não de marchar com as oposições. Nome, como eu já disse e volto a repetir, é de quem estiver melhor nas pesquisas, independentemente do partido”, afirmou o vereador.

Nomes da oposição

Além de JVC, mais dois nomes estão sendo avaliados como alternativas para o Governo do Piauí em 2022 em oposição ao Governo Wellington Dias (PT-PI). O ex-prefeito Sílvio Mendes (PSDB) e a deputada federal Iracema Portella (Progressistas) estão percorrendo o estado em busca de uma viabilidade para o pleito majoritário. A ideia é que pesquisas definam aquele que será candidato a governador e quem ficará no espaço de vice na chapa.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.