GP1

Teresina - Piauí

Covid-19: fila de espera por leitos reduz para 63, diz Gilberto Albuquerque

Segundo o presidente da FMS, a quantidade é bastante inferior ao registrado durante o mês de março.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS) de Teresina, Gilberto Albuquerque, disse ao GP1 na tarde desta segunda-feira (05) que a fila de espera por leitos clínicos e de UTI Covid-19 está em 63 pacientes, quantidade bastante inferior ao que foi registrado durante o mês de março, que se aproximou de 200 pacientes.

Segundo Gilberto Albuquerque, a queda na fila de espera é resultado da menor circulação de pessoas na cidade, em função das medidas restritivas adotadas nas últimas semanas. “Hoje pela manhã, nós tínhamos sete pacientes em espera por leitos clínicos e 56 por leitos de UTI. Essa espera por leitos de UTI altera de modo mais devagar, pois o processo de recuperação é mais lento”, pontuou.

Foto: Lucas Dias/GP1Gilberto Albuquerque
Gilberto Albuquerque

O presidente da FMS ressaltou que a tendência é que as medidas de distanciamento social tendem a surtir efeitos ao longo do mês, à medida em que a população siga as orientações.

“A gente vê que esse afastamento social reduziu a espera por leitos clínicos e a gente espera que nos próximos dias se reduza a demanda por UTI. A população colaborou muito nesses dias e o resultado é bastante visível. Então dando certo, se a pessoas segurarem mais um pouco a gente poderá ter leitos disponíveis para todo mundo”, frisou.

Em médio prazo, o presidente da FMS prevê que com outros tipos de vacinas sendo utilizados, a vacinação vai atingir um número maior de pessoas. “Apesar de hoje nós termos apenas duas vacinas, a perspectiva é que nós tenhamos quatro ou cinco marcas muito em breve e quando elas começarem a chegar, com certeza, as coisas andarão mais rápido”, finalizou.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.