GP1

Teresina - Piauí

CPI do Transporte: Robert Rios rebate críticas de empresário

O empresário disse que durante a CPI que o transporte público pode parar ainda este semestre.

O vice-prefeito de Teresina e secretário de Finanças, Robert Rios, rebateu nessa sexta-feira (11) declaração do empresário Francisco Barroso, dono da Viação Piauiense, que afirmou durante a CPI do Transporte nessa quinta-feira (10) que o transporte público vai parar ainda este semestre caso não haja o repasse por parte da prefeitura.

Segundo Robert Rios, os empresários estão preocupados com a falta de repasse porque eles se “viciaram” em receber dinheiro público. Ele afirmou ainda que se a solução é parar o sistema, que eles “parem”.

Foto: Lucas Dias/GP1Robert Rios
Robert Rios

“A prefeitura está tranquila esperando o relatório da CPI para analisar, saber o que vão recomendar e tudo que foi apurado. Quanto ao repasse, o Firmino Filho, nos seus 4 últimos anos, repassou R$ 224 milhões ao Setut, quantia suficiente para comprar todas as linhas de ônibus de Teresina, e isso não resolveu. Eles [empresários] estão viciados em receber graciosamente dinheiro da prefeitura, mas esse tempo acabou, agora se eles acham que a solução é parar, pois parem e entreguem as linhas”, disparou Robert Rios.

Ainda de acordo com o vice-prefeito, os empresários assinaram um contrato que deve ser cumprido. “Tem que ter uma solução pela Justiça, eles têm um contrato, foi feita uma licitação, se eles não cumprirem, o contrato prevê punição a eles. Essa causa já está judicializada”, concluiu.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.