GP1

Teresina - Piauí

Teresina inicia aplicação de dose de reforço para idosos em abrigos

Idosos que possuem 70 anos ou mais, que residam em abrigos começam a receber nesta segunda (27).

Iniciou na manhã desta segunda-feira (27) a imunização de idosos contra a Covid-19 com a aplicação da dose de reforço da vacina. O público alvo desta primeira fase da campanha é a população de 70 anos ou mais de idade e que moram em Instituições de Longa Permanência (abrigos) da capital.

A dose de reforço da vacina foi recomendada para idosos que já tenham completado o esquema vacinal há mais de seis meses, independente do imunizante aplicado. Os imunossuprimidos devem esperar 28 dias após a segunda dose.

Foto: Ascom/FMSTeresina inicia a dose de reforço dos idosos com vacinação em abrigos
Teresina inicia a dose de reforço dos idosos com vacinação em abrigos

O ministério considera que essas pessoas que devem receber a dose de reforço continuam sendo alvo das formas mais graves da Covid-19, possuindo indícios de maiores taxas de entrada ao hospital, como também de óbitos. A decisão foi tomada depois de uma ampla discussão na Câmara Técnica em Imunização da Covid-19 (CTAI COVID-19).

Para a ação, a Fundação Municipal de Saúde (FMS) utilizará o imunizante da Pfizer, de acordo com as recomendações determinadas pelo Ministério da Saúde.

A campanha começa pelo Abrigo São Lucas, que é uma instituição filantrópica e sem fins lucrativos, localizada na Zona Leste da Capital. A residência abriga 60 idosos, sendo 27 mulheres de 60 a 104 anos, e 33 homens, de 60 a 90 anos. No decorrer da semana a vacinação se estenderá à Casa Frederico Ozanan, Lar das Flores de Maria, Vila do Ancião, Lar de Santana, Casa São José, Casa de Manain e Nosso Lar.

A espera é de que sejam imunizados cerca de 506 idosos acima dos 70 anos de idade recebam a dose de reforço, em oito instituições do município. A coordenadora da campanha de vacinação contra a Covid-19 em Teresina, Emanuelle Dias, explica que os demais idosos da cidade serão imunizados com a vacina a partir da próxima semana, conforme estratégias específicas que serão reveladas em breve pela Fundação Municipal de Saúde. “Faremos a vacinação em ordem decrescente de idade, de acordo com a quantidade de doses que forem recebidas do Ministério da Saúde”, diz ela.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.