GP1

Teresina - Piauí

Enzo Samuel diz que Câmara dialoga com professores para encerrar greve

Os professores em greve já realizaram uma audiência na Câmara, porém, não houve avanços.

O líder do prefeito na Câmara Municipal de Teresina, vereador Enzo Samuel (PDT), afirmou nessa terça-feira (24) que a Câmara Municipal busca encerrar a greve da categoria docente, que está em andamento desde o dia 7 de fevereiro deste ano. Nessa segunda (23) os professores realizaram uma audiência, porém, não houve avanços.

De acordo com vereador, os parlamentares da Câmara receberam os professores e, mesmo com divergências, os demais vereadores vão buscar diálogo com a Prefeitura de Teresina para encerrar a greve da categoria.

Foto: Alef Leão/GP1Enzo Samuel
Enzo Samuel

“A Câmara tem que respeitar cada debate de ideia, cada posicionamento e receber o povo. Mais uma vez mostramos que somos a casa do povo, recebemos os professores aqui na Câmara Municipal. Eu tenho certeza que diante de todas as divergências ou de pontos incomuns existe um em comum, que é o retorno das aulas, para que nossa população possa ganhar com isso. E podem ter toda a certeza que vamos trabalhar junto à Prefeitura Municipal de Teresina, junto ao nosso prefeito, para que as aulas possam voltar o quanto antes”, destacou.

Ainda conforme o líder do prefeito, a greve precisa ser o quanto antes encerrada para que os professores retornem as salas de aula e os alunos possam retomar com os estudos. A Justiça considerou a greve ilegal e estabeleceu multa ao sindicato da categoria em caso de descumprimento da ordem.

“Acho que o principal é a gente tentar encerrar a greve, respeitando a opinião de todos, respeitano posicionamento, mas estamos trabalhando para que possa se encerrar. Foram colocados alguns pontos, vamos discutir com a prefeitura o que é possível avançar e o que não é possível. Importante salientar que já votamos esse projeto aqui na casa, em duas votações, já foi sancionado. Inclusive, já existem decisões judiciais, mas estamos trabalhando para que possamos sair dessa o quanto antes”, ressaltou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.