GP1

Piauí

Correia Lima é condenado a 25 anos de prisão por assassinato

Castelinho foi assassinado a tiros durante uma caminhada em bairro na zona Leste de Teresina. Ana Zélia, esposa de Castelinho, e Correia Lima foram os mandantes do crime.

O julgamento, que foi iniciado na manhã de ontem (24), foi finalizado na manhã desta sexta-feira (25) após quase 22 horas, com a condenação do ex-coronel José Viriato Correia Lima, a professora aposentada Ana Zélia Correia Lima Castelo Branco e do policial militar da reserva, Francisco Moreira do Nascimento. Eles foram condenados pelo assassinato do engenheiro José Ferreira Castelo Branco, mais conhecido como ‘Castelinho”, em 1999.
Imagem: DivulgaçãoFrancisco Moreira, Correia Lima e Ana Zélia(Imagem:Divulgação)Francisco Moreira, Correia Lima e Ana Zélia
O julgamento aconteceu no Tribunal do Júri de Teresina e Ana Zélia foi condenada a sete anos e seis meses em regime semiaberto, Correia Lima foi condenado a 25 anos de reclusão em regime fechado e Francisco Moreira foi a 23 anos, também em regime fechado.
Imagem: DivulgaçãoCorreia Lima(Imagem:Reprodução)Correia Lima


Em entrevista ao GP1 o promotor de justiça Régis Marinho disse ter ficado satisfeito com o resultado do julgamento. “Achei o resultado [do julgamento] muito bom, obtivemos êxito. O veredito foi de 25 anos de prisão para Correia Lima, para o soldado Francisco Moreira 23 anos, e Ana Zélia, que foi a mandante pegou sete anos e seis meses, o que significa que ela vai cumprir a pena na penitenciária. Vai ter que ir dormir lá. Agora isso só vai acontecer com ela quando todo o processo já estiver transitado e julgado, pois cabe recurso”, disse o promotor.
Imagem: DivulgaçãoPromotor Régis Marinho(Imagem:Divulgação)Promotor Régis Marinho
Régis Marinho disse que não há como se contestar as provas e que foi um julgamento difícil. “Todas as provas são cabíveis, não vamos pedir um novo julgamento para tentar aumentar a pena dela [Ana Zélia] porque foi muito difícil. Tivemos um júri pesado. Tinha muita gente do bando do Correia Lima lá. Bando perigoso, pensando que iria intimidar, mas não conseguiu. A Ana Zélia quando soube da decisão quase desmaiou, teve que ser segurada pelos advogados. Ela nunca imaginou que fosse condenada. Esse foi o último julgamento envolvendo o grupo criminoso comandado pelo Correia Lima. Então estamos satisfeitos”, afirmou Régis Marinho.

O promotor explicou porque o julgamento só aconteceu agora. “A defesa pedia mil e um recursos, mil e um documentos, vários pedidos, então foi difícil, mas graças a Deus eu consegui cumprir a minha missão”, disse o promotor em entrevista ao GP1.

Conhecido por comandar o crime organizado no Piauí, Correia Lima já estava preso na Penitenciária de Parnaíba por outros crimes. Ana Zélia e Francisco Moreira ficaram em liberdade pois ainda têm direito a recursos.

O crime

O engenheiro Castelinho foi assassinado a tiros durante uma caminhada em bairro na zona Leste de Teresina. Ana Zélia, esposa de Castelinho, e Correia Lima foram os mandantes do crime. Já Francisco Moreira foi o responsável pela execução. Ana Zélia temia o divórcio e entrou em contato com Correia Lima para encomendar a morte do marido. Ela teria pago R$ 70 mil para Correia Lima, que encomendou o executor.

Imagem: DivulgaçãoJulgamento de Correia Lima(Imagem:Divulgação)Julgamento de Correia Lima

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.