Fechar
GP1

Piauí

MPF denuncia piauiense presa em SP por tráfico internacional de drogas

Investigação revelou que a jovem estava transportando a droga em seu sistema digestivo e partes íntimas.

O Ministério Público Federal, por meio da Procuradoria da República no Município de Guarulhos, denunciou a piauiense Gisele Fernandes Freitas, 21 anos, pelos crimes de tráfico internacional de drogas e associação para a produção e tráfico drogas. A jovem foi presa em novembro de 2023, no Aeroporto de Guarulhos – SP – tentando embarcar para Europa com cápsulas de cocaína nas partes íntimas e no sistema digestivo. A denúncia foi enviada à Justiça Federal em fevereiro deste ano.

A investigação da Polícia Federal revelou que Gisele estava transportando a droga em seu sistema digestivo, além de nas partes íntimas. Exames de raio-x confirmaram a presença de 30 cápsulas de cocaína apenas em seu sistema digestivo, evidenciando a gravidade do crime.

Foto: Reprodução/WhatsAppGisele Fernandes Freitas, presa em novembro de 2023, no Aeroporto de Guarulhos tentando embarcar para Europa com cápsulas de cocaína
Gisele Fernandes Freitas, presa em novembro de 2023, no Aeroporto de Guarulhos tentando embarcar para Europa com cápsulas de cocaína

Piauiense fazia parte de um grupo de 33 pessoas, incluindo 24 homens e nove mulheres, todos do Nordeste do Brasil. Essas pessoas foram atraídas por falsas promessas de emprego e passaram por um treinamento específico para transportar as drogas durante o voo.


O treinamento incluía a ingestão de cenouras pequenas para preparar o corpo para a ingestão das cápsulas de cocaína. Eles eram obrigados a tomar medicamentos e a se alimentar de forma básica para que o organismo não rejeitasse as cápsulas. As viagens, na maioria das vezes, tinham como destino a Inglaterra, França e Holanda.

Entenda o caso

Gisele Fernandes Freitas, foi presa no Aeroporto Internacional de Guarulhos, em São Paulo, ao ser flagrada tentando embarcar para a Europa com cápsulas de cocaína na vagina, ânus e estômago na noite do dia 21 de novembro de 2023.

A prisão, efetuada pela Polícia Federal, foi realizada após um trabalho de investigação produzido pelo GAECO, em conjunto com a Polícia Civil do Maranhão, que juntos identificaram que Gisele Fernandes, natural de Teresina-PI e residente em Timon-MA, serviria como “mula” para entregar cocaína a um destinatário na Europa.

As informações obtidas pelo GAECO e Polícia Civil foram compartilhadas com a Polícia Federal, que abordou Gisele Fernandes Freitas no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Após passar pelo aparelho detector de traços de drogas e explosivos, uma policial fez uma busca pessoal na garota, acompanhada por uma testemunha, e identificou o entorpecente em um preservativo, dentro da vagina da jovem. Como também havia cápsulas de cocaína no ânus e no sistema digestivo, foi necessário levá-la a um hospital público da região, onde foi realizada a remoção da droga de forma segura.

Em função disso, Gisele Fernandes Freitas foi conduzida para a delegacia da Polícia Federal, onde ela foi autuada em flagrante delito por tráfico internacional de drogas, crime previsto na Lei de Drogas.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2024 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.