GP1

Polícia

Secretaria de Justiça lança 'Operação Ensure' nos presídios do Piauí

Segundo o diretor de inteligência da Sejus, Charles Pessoa, o planejamento completo deve ser executado até o início de janeiro e a ação visa assegurar o controle do sistema penitenciário.

A Secretaria de Justiça do Piauí (Sejus) lançou no último sábado (07), a "Operação Ensure". A ação, cujo nome tem origem no latim e significa “assegurar”, tem como objetivo revistar e inspecionar todas as 17 unidades penais no estado do Piauí.

A primeira instituição inspecionada foi a Casa de Custódia Professor José Ribamar Leite, na zona sul de Teresina. Dados liberados pela secretaria, mostram que cerca de 40 policias, penais e militares, participaram da ação que acabou resultando na apreensão de 29 aparelhos celulares, 13 baterias e pilhas. Foi encontrada, também, em pequena quantidade, uma substância semelhante a cocaína, entre outros materiais de procedência ilícita.

Segundo o diretor de inteligência da Sejus, Charles Pessoa, o planejamento completo deve ser executado até o início de janeiro e a ação visa assegurar o controle do sistema penitenciário.

  • Foto: Jacinto Teles/Gp1Charles Pessoa, vasta experiência na área de Inteligência PenitenciáriaCharles Pessoa, vasta experiência na área de Inteligência Penitenciária

“Foi determinada uma ação de planejamento para esse mês de dezembro, final de ano. Então, foi elaborado esse planejamento visando assegurar o controle do sistema penitenciário, a manutenção da ordem e da disciplina. E dentro desse planejamento está a 'Operação Ensure', que visa intensificar as revistas nos sistemas prisionais do estado, não só nas casas de custódia. E nós iniciamos numa casa de custódia neste sábado. É um planejamento para ser executado até o início de janeiro”, ressaltou Charles Pessoa.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.