GP1

Política

Audiência pública na Assembleia Legislativa do Piauí vai discutir taxas do Detran

A audiência será na Comissão Temporária Especial do Detran criada na ALEPI em 2009 para debater exclusivamente esse assunto.

Acontece hoje (5) às 15 horas, no plenarinho da Assembleia Legislativa do Piauí, Audiência Pública solicitada pelo deputado Luciano Nunes (PSDB) com o objetivo de discutir a situação das motos que circulam de forma irregular no interior do estado do Piauí. A audiência será na Comissão Temporária Especial do Detran criada na ALEPI em 2009 para debater exclusivamente esse assunto.

Imagem: Caio BrunoDeputado Luciano Nunes(Imagem:Caio Bruno)Deputado Luciano Nunes

O deputado Marden Menezes (PSDB) é o presidente da Comissão Temporária Especial do Detran, composta pelos deputados Liziê Coelho (PTB), Gutavo Neiva (PSB), João de Deus (PT), Flávio Júnior (PDT), Mauro Tapety (PMDB) e Edson Ferreira (DEM).

Participam das discussões o diretor Geral do Detran -José Vasconcelos, o Secretário da Fazenda do Estado, Silvano Alencar, o presidente da Associação Piauiense de Prefeitos Municipais (APPM) Francisco Macedo e o presidente da Associação de Vereadores do Piauí (AVEP) José Peres. Além das altas taxas de emplacamento do Detran, o objetivo é sensibilizar os prefeitos municipais para os problemas do trânsito, sobretudo os acidentes causados pelas motos. No dia do motociclista, 27 desse mês, o Departamento Estadual de Trânsito realizará um evento em parceria com a Associação Piauiense de Prefeitos Municipais para comemorar a data, que contará com a presença de representantes do Ministério Público, Justiça Móvel e outros setores. Também a Escola Piauiense de Trânsito tem compromisso para a redução do número de acidentes envolvendo motos, sobretudo, no interior, principalmente, pelo fato da maioria nunca receber o primeiro documento de emplacamento.

PROPOSTA – Os deputados dessa Comissão Especial da ALEPI deverão propor a Francisco Macedo, da APPM, que apresente uma proposta com a finalidade de buscar a normalização do problema. São blitzs constantes no interior, além do alto índice de acidentes, alguns com morte, no interior do Piauí.
Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.