GP1

Política

Wellington Dias assina termo de fomentos para combate às drogas

Foram 54 termos para entidades que desenvolvem trabalho de prevenção e tratamento da dependência química.

Lucas Dias/GP1 1 / 6Wellington Dias Wellington Dias
Lucas Dias/GP1 2 / 6O evento aconteceu no Karnak O evento aconteceu no Karnak
Lucas Dias/GP1 3 / 6Foram assinados 53 termos de fomentos Foram assinados 53 termos de fomentos
Lucas Dias/GP1 4 / 6A parceria é feita com organizações da sociedade civil A parceria é feita com organizações da sociedade civil
Lucas Dias/GP1 5 / 6Governador Wellington Dias e Rafael Fonteles Governador Wellington Dias e Rafael Fonteles
Lucas Dias/GP1 6 / 6Cida Santiago, coordenadora da Cendrogas Cida Santiago, coordenadora da Cendrogas

Na manhã desta quinta-feira (10) o governador Wellington Dias (PT) assinou um termo de fomentos com entidades que desenvolvem trabalho de prevenção e tratamento da dependência química. Estiveram presentes no evento a coordenadora do Cendrogas, Cida Santiago, o secretário de Fazenda, Rafael Fonteles e o secretário de Assistência Social, Zé Santana.

Wellington destacou que são R$ 13 milhões em fomentos para as comunidades terapêuticas. “Hoje celebramos um passo porque entendemos que as pessoas que precisam mesmo de acolhimento, de uma oportunidade de ajuda. Se ele não encontra nenhuma ajuda vai parar nas mãos do crime, via mão de obra do crime porque a sociedade rejeita”, afirmou Wellington Dias.

Em entrevista à imprensa, Cida Santiago destacou a parceria entre o Governo do Estado e organizações da sociedade civil. “Hoje tivemos a assinatura de 54 termos de fomentos, que é o instrumento de parceria entre a administração pública estadual e as organizações da sociedade civil que prestam serviço dentro dessa política sobre drogas no estado. Mais uma vitória em meio a uma pandemia estamos fortalecendo mais ainda essa política”, destacou a coordenadora da Cendrogas.

Ao ser questionada sobre os índices de violência que tem crescido no estado, Cida ressaltou que conforme dados do Ipea, o Piauí é o estado do Norte e Nordeste com menor índice. Para Cida, os números são consequência das ações do estado no combate às drogas.

“O Ipea tem dados de que o Piauí é o estado do Norte e Nordeste que tem diminuído consideravelmente a questão da violência. Atribui-se também a políticas sobre drogas realizada no estado. A gente sabe que ainda há uma força tarefa entre a segurança, a justiça e demais órgãos do poder par que seja inibida a entrada de drogas no estado”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.