GP1

Política

Carlos Lupi não descarta candidatura de Charles da Silveira ao Governo

“Vamos tentar construir [uma candidatura], deve entrar o professor Charles que é um grande nome", disse.

Lucas Dias/GP1 1 / 10 Carlos Lupi durante seu pronunciamento Carlos Lupi durante seu pronunciamento
Lucas Dias/GP1 2 / 10 O evento aconteceu na Câmara Municipal de Teresina O evento aconteceu na Câmara Municipal de Teresina
Lucas Dias/GP1 3 / 10 Evento do PDT em Teresina Evento do PDT em Teresina
Lucas Dias/GP1 4 / 10 Autoridades participaram do evento Autoridades participaram do evento
Lucas Dias/GP1 5 / 10 Carlos Lupi em Teresina Carlos Lupi em Teresina
Lucas Dias/GP1 6 / 10 Evento do PDT em Teresina Evento do PDT em Teresina
Lucas Dias/GP1 7 / 10 Charles da Silveira durante seu pronunciamento Charles da Silveira durante seu pronunciamento
Lucas Dias/GP1 8 / 10 Carlos Lupi durante seu pronunciamento Carlos Lupi durante seu pronunciamento
Lucas Dias/GP1 9 / 10 Charles da Silveira Charles da Silveira
Lucas Dias/GP1 10 / 10 Charles e Carlos Lupi Charles e Carlos Lupi

Aconteceu, na manhã desta sexta-feira (18), uma reunião com dirigentes do PDT do Piauí, na Câmara Municipal de Teresina, que contou com as presenças do presidente do diretório nacional, Carlos Lupi, do vereador Evandro Hidd, presidente do diretório municipal, e de Chico Leitoa, presidente do estadual.

Em entrevista à imprensa, Carlos Lupi afirmou que vai trabalhar para que o partido tenha um candidato a governador do Piauí e que um dos nomes é de Charles da Silveira, que vai deixar o PSDB para se filiar ao PDT.

“Vamos tentar construir [uma candidatura ao Governo], ainda não temos nome, deve entrar no partido o professor Charles que é um grande nome, tem outros nomes que estamos conversando, mas vocês vão ter boas supressas em breve. Agora, eu também torço e trabalho para ter candidatura própria a governador, o Ciro tem uma expressiva votação aqui e acho que isso vai acontecer”, declarou Carlos Lupi.

O presidente do diretório nacional disse ainda que, caso não seja possível uma candidatura própria, o PDT só vai apoiar um candidato, se o partido fizer parte da chapa majoritária. “A orientação é conversar com todo mundo, mas deixando claro que o partido vai participar de uma majoritária, poderemos apoiar algum candidato a governador, mas só se tivermos a garantia de ter uma vaga no Senado ou vice para fazer a campanha do nosso candidato”, enfatizou.

Charles da Silveira também esteve no evento e destacou a história do partido no estado. “Me coloco aqui com naturalidade porque já voltei em Brizola e Ciro Gomes para presidente. Temos que olhar para trás para acertar o passo, e ver onde errou. O PDT já tem uma história no Piauí de homens e mulheres que souberam trilhar o trabalhismo. Não queremos salvadores da pátria, temos que ter um projeto nacional encabeçado que precisa ser debatido", disse.

“O PDT ganha musculatura a partir da capital, interiorizou na sua organização e ganha musculatura que pode perfeitamente, ter uma candidatura majoritária para fazer palanque para nosso presidente Ciro Gomes”, disse Chico Leitoa.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.