GP1

Política

Roberto Jefferson afirma que STF foi comprado pela China

A declaração foi dada em um grupo de WhatsApp assim que ele foi informado da ordem de prisão.

O ex-deputado Roberto Jefferson, preso nesta sexta-feira (13) pela Polícia Federal, afirmou que o Supremo Tribunal Federal (STF) “foi comprado pela China”. A declaração foi dada em um grupo de WhatsApp assim que ele foi informado da ordem de prisão expedida pelo ministro do STF Alexandre de Moraes.

De acordo com a revista Oeste, o presidente nacional do PTB disse que o ministro do STF, a quem chamou de “Xandão”, quer que impere a ordem da China. “Ele quer tirar todos da frente para que impere a vontade da China. É o mensalão chinês. Tá bom, Xandão, tá bom, querem uma ordem comunista”, declarou na mensagem.

No áudio, Roberto Jefferson ressaltou que a partir de agora a questão com Alexandre de Moraes se torna pessoal. “O buraco comigo é mais embaixo, Xandão. Eu sei que você é metido a valente. A nossa conta é pessoal. Daqui para frente é pessoal, não tem saída. Nós vamos resistir. Vamos resistir a você, Xandão, e aos que te sucederem”, enfatizou.

Ouça áudio

Prisão

Roberto Jefferson foi preso nesta sexta (13) pela Polícia Federal, após determinação do ministro Alexandre de Moraes. A PF investiga o ex-deputado sob suspeita de participação em grupos nas redes sociais que estariam atacando as instituições democráticas.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.