GP1

Política

Fábio Novo defende rompimento de vereadores do PT com Dr. Pessoa

O deputado afirmou que este é o caminho natural caso o prefeito se filie ao PL do presidente Bolsonaro.

O secretário de Estado da Cultura, o deputado estadual licenciado Fábio Novo defendeu, nesta quinta-feira (20), o rompimento da bancada de vereadores do PT com o prefeito de Teresina, Dr. Pessoa (MDB), caso ele realmente se filie ao Partido Liberal, do presidente da República Jair Bolsonaro.

“Eu acho que se isso se confirma, que de fato Dr. Pessoa vai para o PL e apoia o presidente Bolsonaro, e nós somos totalmente contrários a esse projeto, o caminho mais natural do PT municipal é deixar a base do Governo [do Dr. Pessoa]”, declarou Fábio Novo.

Foto: Lucas Dias/GP1Fábio Novo
Fábio Novo

Fábio Novo lembrou que não votou em Dr. Pessoa no segundo turno das eleições e que não se arrependeu. “A minha posição pessoal no 2º turno das eleições foi votar nulo, não votei no Dr. Pessoa e não me arrependi do que fiz porque as duas propostas que estavam colocadas para Teresina eram ruins: uma proposta do PSDB que queria renovar mandato e que não deu conta de resolver nem o transporte de Teresina e a proposta do Dr. Pessoa que disse que em 3 meses resolveria o problema do transporte e nós estamos com 1 ano e piorou o sistema de transporte, inclusive está mais endividado, pois o PSDB deixou dívida de R$ 20 milhões que agora já passa dos R$ 70 milhões, isso está virando uma bola de neve e depois não se resolve”, concluiu.

Dr. Pessoa no PL

O prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, irá a Brasília na próxima semana para receber o comando do Diretório do PL no Piauí diretamente das mãos de Jair Bolsonaro (PL) e do dirigente nacional do partido, Valdemar Costa Neto.

A princípio, o diretor-presidente da Eturb, João Duarte, o Pessoinha, deverá ficar no comando da sigla até que o prefeito deixe oficialmente, o MDB, partido pelo qual ganhou as eleições de 2020, contra Kleber Montezuma (PSDB).

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.