GP1

Política

Tony Trindade diz que não tem medo de Sílvio Mendes: "acredito na Justiça"

Procurador pediu aplicação de multa de R$ 10 mil ao jornalista por propaganda eleitoral ilícita.

O jornalista Tony Trindade conversou com o GP1, nesta quarta-feira (22), sobre a reportagem publicada nessa terça (21) intitulada "Procurador quer aplicação de multa de R$ 10 mil ao jornalista Tony Trindade". Ele disse que não tem medo de Sílvio Mendes, pré-candidato a governador pelo União Brasil, e que acredita na Justiça.

Tony disse que acredita na Justiça e que a liberdade de expressão é direito sagrado de todos. “Sigo firme. Não tenho medo do Sílvio. Acredito na Justiça e que a liberdade de expressão é direito sagrado de todos, assim como ter fonte e preservá-las é direito do jornalista”, pontuou Tony Trindade.

Foto: Reprodução/FacebookTony Trindade
Tony Trindade

Ainda de acordo com Tony Trindade, estão tentando intimidá-lo. "O gabinete do ódio piauiense tenta, de toda forma, intimidar quem escreve ou fale algo que desagrade os patrões. Sílvio Mendes segue posando de santo, 'irretocável', falando manso, ao tempo em que sua matilha ataca a quem o crítica ou devassa sua verdadeira identidade. Em paralelo, justificando sua grande estrutura, financiada com largos recursos, sai a processar por qualquer linha ou fala quem o desagrade, jogando 'barro na parede', fazendo acreditar que quem é processado já esteja condenado. Nesse quesito os seus cães se prestam ao serviço sujo”, declarou.

“Já peguei todas as pancadas que alguém possa imaginar. Até prisão já me impuseram, para depois reconhecer que eu era inocente, onde nem indiciado fui. Vou lá ter medo de processo e de cães que ladram em grupo de WhatsApp?”, falou Tony Trindade.

O jornalista enfatizou ainda que sempre concede o direito de resposta quando é pedido.“E eles não se contentam só em processar jornalistas. Usam redes sociais com material apócrifo, regiamente pago, para tentar destruir reputações. Eu não me escondo em pseudônimos em redes sociais. E nunca me nego a dar direito de resposta a quem se sinta atingido por algo que eu escrevo”, completou o jornalista citando o caso do empresário Ricardo Faria, do Grupo Insolo, no dia 26 de maio deste ano, quando foi publicada a resposta em sua conta no twitter.

"Recebi telefonema do empresário Ricardo Faria, do Grupo Insolo, refutando com veemência boato de que estaria com incumbência de arrecadar fundos entre demais fazendeiros para a campanha de Sílvio Mendes. Ricardo, de forma muito elegante, disse andar distante de política partidária. Ricardo disse: 'amo o Piauí e estou focado é em cultivarmos 100 mil hectares de terra,aí, gerando uma renda de mais de R$ 1 bilhão, só nessa rodada. Não há tempo para nos envolvermos em outras questões'".

Foto: Reprodução/TwitterTuíte de Tony Trindade
Tuíte de Tony Trindade

Entenda

O Ministério Público Eleitoral se manifestou pela aplicação de multa de R$ 10 mil ao jornalista Tony Trindade por propaganda eleitoral ilícita em representação ajuizada pelo Diretório Estadual do União Brasil.

O jornalista divulgou na sua conta pessoal do Twitter, em 25 de maio de 2022, um conjunto de três mensagens acerca de suposta arrecadação de recursos para custeio da campanha futura do pré-candidato a governador do Estado, Sílvio Mendes, com apoio do Ministro-Chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

Para o procurador auxiliar Marco Aurélio Adão a postagem evidencia insinuação dolosa e consciente de irregularidades e que não se trata de mera notícia acerca do futuro pleito eleitoral, mas a insinuação de fatos graves e importantes que, se pertinentes, demandariam providências severas da Justiça Eleitoral.

No parecer juntado aos autos às 23h dessa segunda-feira (20), o procurador conclui que o jornalista insinuou para o eleitorado em geral a arrecadação ilícita de recursos para a futura campanha de Sílvio Mendes, o que prejudica a sua imagem e tem o potencial de lhe retirar intenções de voto – a caracterizar, o que se reconhece como propaganda eleitoral negativa, com “pedido explícito de não voto”.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.