GP1

Saúde

Sílvio Mendes admite analisar convite para disputa de 2018

O ex-prefeito de Teresina declarou que não tem pretensões para se candidatar, mas se for procurado, está aberto ao diálogo.

O presidente da Fundação Municipal de Saúde (FMS), Sílvio Mendes, afirmou na manhã desta sexta-feira (17), durante reunião com representantes da Associação de Pacientes Renais do Piauí, que não existem motivos para uma possível candidatura majoritária em 2018, mas não descarta analisar o convite. 

Sílvio Mendes declarou que não tem pretensões para se candidatar, mas se for procurado, está aberto ao diálogo. “Se eu for procurado, a gente conversa, por educação, mas eu não tenho nada que me leve a isso, os motivos que me levaram [no passado] não existem mais”, concluiu. 

  • Foto: Lucas Dias/GP1Sílvio MendesSílvio Mendes

Sílvio Mendes foi candidato ao Governo do Estado em 2010 e a vice em 2014, porém sem êxito. “Eu já me ofereci uma vez e não me aceitaram, eu não me ofereço mais e não estou me oferecendo, e nem vai ter esse oferecimento. Eu tenho outras atividades e estou com um desafio muito grande, é preciso que a gente busque a confiança do prefeito Firmino Filho, apure os resultados, que a gente melhore o sistema, então a minha missão é essa, eu não tenho outro horizonte”, afirmou.

Na próxima segunda-feira (20), Sílvio Mendes trocará o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) pelo Partido Progressista (PP). 
 

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.