Colunista Herbert Sousa
GP1

Walmir Café renunciou ao mandato porque não mandava na prefeitura de Pedro II


Após a saída de Walmir Café da prefeitura de Pedro II, alegando hipertensão, o signatário do blog conversou com um político, muito próximo da família ‘Café’, que enumerou, segundo ele, os reais motivos de sua renúncia.

No dia em que assumiu a administração da prefeitura de Pedro II até a data de sua renúncia, Walmir Café só andou uma vez na sede poder municipal.

Walmir era o prefeito de direito, mas não de fato. Este teria sido o principal motivo da sua renúncia. Quem mandava e desmandava na prefeitura de Pedro II eram seus irmãos e suas irmãs.

O blog detalha abaixo, o relato de como andava a prefeitura de Pedro II, segundo o interlocutor, que pediu para seu nome ser preservado neste noticiário.

A diretora do hospital é a Wilma Alves, mas só de direito, pois quem estaria mandando e desmandando, seria Eugênia Café – irmã de Walmir, junto com seu noivo, o dentista Francisco Alves.
Imagem: ReproduçãoEx-prefeito de Pedro II Walmir Café(Imagem:Reprodução)Ex-prefeito de Pedro II Walmir Café
José Rodrigues, conhecido como Lino, irmão de Walmir, é o Secretário de Infraestrutura do município e cujo objetivo de “trabalho” seria debochar das pessoas que iam à prefeitura a procura de Walmir. Toda vez que alguém perguntava pelo prefeito, Lino abria a gaveta de sua mesa e mandava a pessoa olhar dentro e ver se o Walmir estava lá.

Na Secretaria de Finanças e Tesouraria manda a irmã de Walmir, Doutora Lúcia Café, casada com o maior empresário da cidade e que também exerce a profissão de ‘financista não autorizado’.

A nora Rayanne Alencar é a toda poderosa secretária de Saúde, cuja má administração à frente da secretaria deixava Walmir, que é médico, com a pressão nas alturas.

A Secretária de Educação, Ivonete Barros, que auxiliada por Conceição Pereira, são acusadas de perseguir professores e servidores da secretaria.

O secretário de Governo Wilson Brandão, que é casado com Betinha Café, também irmã de Walmir, saiu de Teresina às pressas e foi até Pedro II tentar reverter à situação, mas não logrou êxito.

Somado a tudo isso, o doutor Walmir Café ainda tinha a questão do seu ‘lazer’, que se tornava incompatível com suas obrigações à frente da prefeitura. O ‘lazer’ de ‘Café’ é o bom e o velho jogo de cartas conhecido como ‘pife’.

*** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do GP1

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.