GP1

Prefeita Edimê Freitas atrasa salários para construir altar


O município de Coivaras, que irá completar vinte e quatro anos de emancipação política no próximo dia 29 de abril, não tem o que comemorar no momento.

Com mais de sessenta dias de salários atrasados, os professores deixam de lecionar para mais uma vez reivindicar seus direitos, e uma crise salarial assola o município com pouco mais de quatro mil habitantes.
Imagem: DivulgaçãoPrefeita Edimê Freitas(Imagem:Divulgação)Prefeita Edimê Freitas
Além da educação, outros setores como a administração e saúde têm tido graves problemas com atraso salarial, o quem vem causando prejuízos ao comércio local e revolta na população com o descaso da atual administração.

Recentemente, a prefeita de Coivaras - Edimê Freitas, justificou o atraso culpando a crise econômica em que vive o país, mas construiu um altar para acomodar a imagem de Santa Luzia, padroeira da cidade, usando verbas do FPM e ICMS. A obra foi orçada em cerca de R$ 62.000,00 (sessenta e dos mil reais).
Imagem: Divulgação Altar para acomodar a imagem de Santa Luzia(Imagem:Divulgação) Altar para acomodar a imagem de Santa Luzia
Para os servidores de Coivaras, o gasto foi considerado impróprio ao momento atual, ainda mais porque essa obra nem com recursos próprios poderia ter sido feita, visto que a nossa Constituição afirma que nossa nação é laica.

Nesta quarta-feira (27), as contas da prefeita referente ao exercício financeiro de 2013 foram reprovadas pelo TCE.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.