GP1

MDB apela ao coronavírus para pressionar o STF por liminar para Léo Matos


O ex-prefeito de Gilbués Léo Matos, eleito pelo PPL – Partido da Pátria Livre, conseguiu que o MDB Nacional, partido ao qual se filiou após eleito, se insurgisse contra artigo da Lei Orgânica usado para cassar o seu mandato.

O partido quer que o STF suspenda seus efeitos, para que Léo Matos possa retornar ao cargo.

  • Foto: Facebook/Léo MatosLéo MatosLéo Matos

Cansado de esperar por uma liminar, o partido apelou até para o novo coronavírus como forma de fazer pressão a Corte.

Petição protocolada ontem (20) aponta que os casos de covid-19 dispararam após a cassação de Léo Matos, aumentando em 500% como se o vírus esperasse apenas essa brecha, para tomar conta da cidade e o retorno do ex-prefeito ao cargo servisse como uma barreira à sua propagação. A informação é inverídica.

Com o recesso de julho, o pedido de liminar será apreciado pelo presidente Dias Toffoli.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.