GP1

Brasil

Membro do COI é preso por suspeita de venda ilegal de ingressos

Patrick Hickey foi preso em um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste.

A polícia do Rio de Janeiro prendeu na manhã desta quarta-feira (17), o irlandês Patrick Hichey, membro do Comitê Executivo Olímpico Internacional (COI) por suspeita de facilitação ao cambismo, marketing de emboscada e formação de quadrilha. Ao ser preso, ele passou mal e teve de receber atendimento médico.

O mandado de prisão foi expedido pela juíza Mariana Chu, do Juizado de Torcedores e de Grandes Eventos do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. De acordo com o G1, Patrick , que também faz parte do Comitê Olímpico da Irlanda foi preso em um hotel na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio.

  • Foto: DivulgaçãoPatrick HicheyPatrick Hichey

Segundo a Delegacia de Defraudações, o Comitê Olímpico da Irlanda contratou a empresa Pro 100 para vender ingressos da Olimpíada no país. Os ingressos foram repassados à empresa THG, controlada pelo empresário inglês Marcus Evans, que teve sua prisão pedida na última quinta-feira (12). A empresa já está sendo investigada e teve pelo menos um de seus diretores preso, Kevin James Mallon. 

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.