JVC fecha com Wellington, mas quer apoio de Firmino para ser prefeito

- atualizado

Ex-senador da República e principal dirigente do Partido Trabalhista Brasileiro no Piauí (PTB), o empresário João Vicente Claudino, filho de João Claudino Fernandes, está alinhado com o governador Wellington Dias neste quarto mandato.

Nos últimos dias que antecederam o anúncio oficial do secretariado, Wellington Dias se reuniu com João Vicente por pouco mais de uma hora, quando este deu seu aval para a indicação de Janainna Marques para a secretaria de Infraestrutura, e Igor Nery, primo do deputado Nerinho, para a Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ex-senador João Vicente Claudino Ex-senador João Vicente Claudino

O empresário, segundo alguns de seus amigos, pensa em disputar a Prefeitura de Teresina, mas para esta empreitada, prefere o apoio de Firmino Filho.

EXCLUSIVAS

Duas secretarias

Nos bastidores, os políticos mais bem informados, sabem que João Vicente Claudino só não está fisicamente no Governo de Wellington Dias, mas politicamente existe um compromisso, ou o PTB não teria emplacado duas importantes secretarias.

"O índio é um rolo compressor"

  • Foto: Lucas Dias/GP1Wellington DiasWellington Dias

Há poucos anos os bajuladores de governador chamavam Wilson Martins de "Trator"; agora os mesmos bajuladores reforçados por cerca de outros 100, estão chamando Wellington de "Rolo Compressor".

Warton estreia batendo

  • Foto: Instagram/@wartonlacerda_Warton Lacerda, presidente do AltosWarton Lacerda, presidente do Altos

Marido da prefeita Patrícia Leal, de Altos, o segundo suplente de deputado estadual em exercício, Warton Lacerda, que obteve mais de 23 mil votos pelo PT, estreou na tribuna batendo em setores do Governo, ao qual está aliado.

Estradas ruins

O marido de Patrícia Leal começou criticando a falta de manutenção das estradas da região Norte do Estado, para depois entrar no esporte, que ele representa.

"Nada fizeram na Fundespi"

Integrado ao esporte, sendo responsável pelo time de Altos, Warton Lacerda disse que os últimos gestores da Fundação de Esportes do Piauí não fizeram absolutamente nada.

Só política

Veemente, lembrando que "sempre digo a verdade", Warton Lacerda, afirmou que os últimos gestores da Fundespi só fizeram política e nada mais.

Paulo Martins, o mais atingido

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Paulo MartinsPaulo Martins

O último gestor da Fundespi foi o ex-prefeito de Campo Maior, Paulo Martins, que ficou na oitava suplência na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa.

Warton disse que as instalações do Albertão estão deterioradas, com os banheiros cheios de água e o gramado imprestável.

Martins sem nada

Até agora não se tem notícia de que Paulo Martins foi aquinhoado com algum cargo no quarto mandato de Wellington Dias, embora ainda tenha um obediente aliado como prefeito de Campo Maior.

Fazer o que?

Aliados de Wellington Dias que não conseguiram ainda uma boquinha no governo reconhecem que não podem fazer absolutamente nada para pressionar o governador.

Bons tempos aqueles

Os desolados do governo, muito mais de outros partidos do que do PT, dizem que os bons tempo da política, quando o governador tinha maioria mínima no parlamento e não podia ignorar ninguém, já se foram. Agora, segundo um deles, é ficar quieto e esperar "a boa vontade do chefe".

Piauí é vice em estupros, diz Flora

  • Foto: Lucas Dias/GP1Flora IzabelFlora Izabel

A deputada Flora Izabel (PT) disse que o Piauí, em caos de estupros, só perde para o estado de Rondônia, segundo levantamento altamente confiável.

Assassino de reputações

Romeu Tuma Junior escreveu um livro em que acusa algumas personalidades de forjarem meios de manchar reputações de adversários.

Em Teresina, remanescentes de um grupo que tentou manchar a biografia de Deoclécio Dantas, a partir do dia em que se aliou a Freitas Neto e saiu candidato a vice-governador, está se preparando para fazer o mesmo com pelo menos dois políticos e alguns jornalistas.

Outros tempos

Os tempos são outros e essa gente perversa não conta com a coragem pessoal e a contrainformação de alguns de seus alvos, que são passados na casca do alho e dispostos a revidar em triplo cada ataque identificado.

Chapa branca

A coluna começa hoje a perguntar a seus leitores quem são as figuras mais apegadas a governos de 1990 para cá.

Responda para a redação desta coluna, dando três nomes e ganhe duas latas de doce de leite da melhor qualidade, feito pelo Luís Pacará, em Brejo dos Anapurus, Maranhão.

Gessivaldo apoiou Wellington

  • Foto: Helio Alef/GP1Gessivaldo IsaíasGessivaldo Isaías

A coluna esclarece a alguns que não tiveram oportunidade de se informar melhor: que o pastor Gessivaldo Isaías, eleito deputado estadual mais uma vez, estava numa coligação que não tinha Wellington Dias como candidato a governador, mas fez campanha pelo atual governador.

Gessivaldo trabalhou e pediu votos para Wellington Dias, que sabe disso.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Bacharel em Direito, Feitosa Costa é jornalista desde 1977 e escreve a Coluna Política & Bastidores. Contato: (86) 98162 1515 / 99987 8114