O que esperar de uma pessoa que nega suas próprias origens?

O governador Wellington Dias - PT, que sempre soube apontar os erros e defeitos dos outros quando estava na oposição, agora se sente melindrado quando alguém relembra seu passado de luta ideológica em prol da moral, honestidade e livre expressão. Quando o jornalista Carlos Augusto de Araújo Lima, em seu quadro “Contra Ponto” dentro do programa “Agora exibido na Tv Meio norte, comentando as denúncias de Jaylles Fenelon sobre irregularidades na EMGERPI, disse: “tudo isso começou com o então deputado estadual  Wellington Dias, que sempre ia a plenário fazer denúncias contra o governo, foi ele, Wellington Dias, quem iniciou a onda de denuncismo na Assembléia Legislativa do Piauí”. Coincidência ou não, logo em seguida o jornalista teve o seu quadro retirado do programa “Agora”.

Quem nega suas origens, também nega respeito ao povo. A história mostra o que acontece com esse tipo de gente, que quando fora do poder se mostra humilde e contumaz defensor do povo, mas, quando assume o poder mostra sua verdadeira face.

Voltar para a home

Todo conteúdo, imagem e/ou opiniões constantes aqui neste espaço são de responsabilidade civil e penal exclusiva do colunista. O material aqui divulgado não mantém qualquer relação com a opinião editorial do GP1.

Sobre o autor

Herbert Sousa é jornalista. Contato: (86) 9 8806-8907 / (86) 9 9436-9811