GP1

Coronavírus no Piauí

Covid-19: Sejus mantém suspensão de visitas nos presídios do Piauí

As visitas e demais atendimentos no sistema prisional do Piauí estão suspensas desde o dia 17 de março, atendendo orientações do Governo do Estado e dos órgãos de saúde.

O secretário estadual de Justiça do Piauí, Carlos Edilson, prorrogou por mais 15 dias a suspensão das visitas sociais e íntimas em todas as unidades prisionais do estado, como forma de prevenir a propagação do coronavírus (covid-19). A portaria que estabelece a manutenção da medida restritiva foi publicada no Diário Oficial desta terça-feira (28).

Além das visitas, estão suspensos os atendimentos presenciais de advogados e defensores públicos, os serviços de assistência religiosa, recambiamentos interestaduais e as escoltas dos detentos.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Carlos EdilsonCarlos Edilson

De acordo com a portaria da Secretaria de Justiça, advogados e defensores públicos poderão conversar com os internos por meio de videoconferência, obedecendo o limite de atendimentos por dia em cada penitenciária.

“Será permitido o atendimento dos advogados e defensores públicos por meio de videoconferência com os internos, nos horários de 08:00h às 16:00h, observando o quantitativo máximo de atendimentos de 03 (três) advogados e 03 (três) defensores públicos no turno da manhã e 03 (três) advogados e 03 (três) defensores públicos no turno da tarde”, diz o documento.

As visitas e demais atendimentos no sistema prisional do Piauí estão suspensas desde o dia 17 de março, atendendo orientações do Governo do Estado e dos órgãos de saúde.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Secretaria de Justiça do Piauí suspende visitas aos presídios

Secretário Carlos Edilson mantém suspensão de visitas a presídios

Sejus vai implantar visitas virtuais em presídios no Piauí

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.