GP1

Coronavírus no Piauí

Piauí tem 6ª melhor taxa de isolamento social do Nordeste, diz Wellington

O estado do Piauí apresenta taxa de 44,6% de isolamento. O estado do Amapá aparece na melhor colocação, om 55,6% de isolamento e Goiás com o índice mais baixo, de 39,4%.

O estado do Piauí está com a sexta melhor taxa de isolamento social entre os estados do Nordeste. A informação foi confirmada pelo governador Wellington Dias (PT) na noite deste sábado (23). O estado apresenta taxa de 44,6% de isolamento. O estado do Amapá aparece na melhor colocação, com 55,6% de isolamento e Goiás com o índice mais baixo, de 39,4%.

“O Piauí fechou o dia com a 6ª melhor de isolamento no Nordeste. Já tínhamos descido para 13ª, 14ª e agora subimos para a 6ª melhor posição do Brasil. Isso ajuda a reduzir a disseminação do coronavírus no estado do Piauí. Portanto menos doença e menos pressão na rede hospitalar. Também digo que devemos continuar, porque é importante neste domingo permanecer cada um fazendo sua parte”, afirmou.

Leitos de UTI

Wellington destacou ainda que os leitos de UTI estão sendo ocupados rapidamente. Conforme dados da Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) 62% dos leitos de terapia intensiva estão ocupados. Dos leitos clínicos estão ocupados 38%. O governador lembrou que alguns hospitais como o Hospital Infantil Lucídio Portella, o Hospital Universitário e Hospital São Marcos estão com 100% de leitos de UTI ocupados.

“Já chegamos de 178 leitos de UTI na capital, 134 estão ocupados. Isso é um perigo. Já temos vários hospitais com 100% de sua capacidade lotada. E estamos atentos porque somente na próxima semana, provavelmente na terça-feira, que vamos ter condição de ampliar mais leitos de UTI. Por isso quero contar com você”, finalizou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Covid-19: três hospitais de Teresina têm 100% de UTIs ocupadas

Sesapi quer contratar 60 leitos de UTIs em hospitais particulares

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.