GP1

Coronavírus no Piauí

Covid: Sesapi elabora logística para vacinar adolescentes no Piauí

A Sesapi quer aproveitar as doses que chegam e elaborar medidas que garanta a vacinação de adolescentes.

Com o quantitativo de 500 mil doses de Coronavac, compradas pelo Governo do Piauí, a Secretaria de Estado de Saúde (Sesapi) está elaborando uma logística, a fim de garantir as doses necessárias para vacinar adolescentes de 12 a 17 anos, sem comorbidades, em municípios que ainda não deram início a imunização contra a covid nesse público.

Conforme os lotes da Coronovac cheguem ao Piauí, a Sesapi quer destinar parte das doses para incrementar a vacinação dos adultos e idosos e usar o imunizante Pfizer para os adolescentes de 12 a 17 anos. A intenção da compra das vacinas da Coronavac é avançar mais na imunização.

Foto: Marcelo Cardoso/GP1Vacina coronavac
Vacina coronavac

Contrato assinado com o Butantan

Nesta quarta-feira (22), o governador do Piauí, Wellington Dias (PT) firmou o contrato de compra direta de 500 mil doses da vacina Coronavac, com o Instituto Butantan, em São Paulo. A primeira remessa que o estado deve receber é de 200 mil doses.

Além do Piauí, o governador de SP, João Dória (PSDB), assinou contrato com outros estados como o Ceará, Espírito Santo, Mato Grosso e Pará. Ao todo, a liberação das vacinas deve ser no total de 2,5 milhões de doses divididas entre os estados contratantes.

A compra direta dos estados ocorre após o Butantan finalizar a entrega das 100 milhões de doses ao Programa Nacional de Imunização (PNI), no último dia 15 de setembro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.