GP1

Economia e Negócios

Câmara deve votar nova Previdência apenas em 2017, diz Maia

Proposta será enviada pelo presidente Michel Temer ainda este mês.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que a proposta de reforma da Previdência, que deve ser enviada ainda este mês pelo presidente Michel Temer ao Congresso Nacional, só será votada em plenário apenas em 2017.

Para Maia, mesmo que o projeto chegue ao Legislativo no prazo prometido, o máximo que poderá ser feito até dezembro é a conclusão da análise inicial da proposta. Ele disse ainda que no momento, a prioridade será a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que impõe teto para o crescimento dos gastos públicos no próximo ano.

  • Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo Rodrigo Maia Rodrigo Maia

“A reforma da Previdência eu acho que termino na comissão até o final do ano. A minha prioridade mesmo, que acho que para o governo e o Brasil é fundamental, é a PEC do teto dos gastos. Se estiver com ela encerrada na Câmara e encaminhar bem a reforma da Previdência na comissão, acho que terei colaborado muito para o Brasil começar a recuperação econômica”, disse Maia.

A PEC do teto limita a expansão dos gastos públicos à variação da inflação por 20 anos. De acordo com informações do Estadão, o presidente da Câmara afirmou que  a proposta deve estar pronta para ir a voto no plenário entre o fim de outubro e início de novembro, pouco depois das eleições municipais.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.