GP1

Eleições 2018

Ricardo Barros anuncia saída do Ministério da Saúde

Os ministros que desejam concorrer às eleições devem deixar o cargo seis meses antes do pleito, ou seja, até o dia 7 de abril.

O ministério da Saúde, Ricardo Barros (PP-PR), anunciou nesta terça-feira (27), durante cerimônia no Palácio do Planalto, ao lado do presidente Michel Temer, que está deixando a pasta para se candidatar as eleições 2018.

Os ministros que desejam concorrer às eleições devem deixar o cargo seis meses antes do pleito, ou seja, até o dia 7 de abril. Mais outros oito ministros devem deixar as pastas para disputar o pleito deste ano.

  • Foto: Marcos Corrêa/Presidência da RepúblicaRicardo Barros anuncia saída do Ministério da Saúde para disputar eleição 2018Ricardo Barros anuncia saída do Ministério da Saúde para disputar eleição 2018

"Farei uma apresentação do trabalho, uma vez que estou também hoje, presidente, me despedindo da função de ministro da Saúde. Então, farei uma apresentação sobre o nosso trabalho no Ministério da Saúde", afirmou Ricardo Barros.

O ministro afirmou ainda que já entregou sua carta de demissão ao presidente Michel Temer. "Entreguei a carta hoje ao presidente, agradecendo a oportunidade de ter sido ministro, é decisão dele quando deseja me exonerar. Já limpei as gavetas, estou pronto para a Câmara dos Deputados para missão na Comissão de Orçamento", declarou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.