GP1

Eleições 2018

Gilberto Kassab diz que Júlio César tem autonomia para conduzir PSD

“Os estados têm sua autonomia. Aqui no estado do Piauí, o deputado Júlio César, com muita competência, dirige o partido (...). Ele tem plena autonomia”, afirmou.

O ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, presidente licenciado do PSD, esteve na manhã desta quarta-feira (25), em Teresina, para instalar o Programa Internet Para Todos. Durante o evento, Kassab falou sobre a atual conjuntura política para as eleições deste ano.

A convenção do partido está marcada para o dia 28 deste mês: “O PSD fará sua convenção no próximo sábado, em São Paulo, que definirá o rumo do partido para as eleições presidenciais. Eu não posso dizer qual é o rumo, mas o meu sentimento, tenho conversado com os convencionais e com os parlamentares, é que o partido caminhe para uma definição em favor da candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin”, afirmou.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Gilberto KassabGilberto Kassab

A nível estadual, Kassab declarou que: “Os estados têm sua autonomia. Aqui no estado do Piauí, o deputado Júlio César, com muita competência, dirige o partido ampliando e estabelecendo enraizamento forte no interior do estado e em todos os municípios e está sabendo conduzir com muita sabedoria, pensando no estado e também pensando no fortalecimento do partido. Ele tem plena autonomia”, garantiu.

Questionado se há espaço para os partidos de centro neste momento em que o país está polarizado, Kassab respondeu: “O PSD é um partido de centro. O PSD entende que o centro sempre é o melhor caminho, o caminho da harmonia, da conciliação. Onde você pode agregar políticas públicas da centro-esquerda, até às vezes da esquerda um pouco mais radical, centro-direita, de direta. O caminho é o centro, acreditamos que essa é a melhor proposta para o Brasil e o centro hoje é representado pela candidatura do ex-governador Geraldo Alckmin”.

O ministro também falou sobre o deputado federal, Jair Bolsonaro (PSL), candidato à presidência da República: “Eu sou um democrata, portanto, eu preciso aqui, publicamente, manifestar o meu respeito por todas as candidaturas. Que tenhamos uma campanha limpa, baseada em proposta e princípios. E o meu partido, tenho a impressão que, a partir de sábado, já terá um candidato. Por tanto, a partir de sábado falaremos sobre o nosso candidato que deverá ser o Geraldo Alckmin”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.