GP1

Eleições 2022

"Tornaram o Lula elegível para ele ser presidente na fraude", diz Bolsonaro

Bolsonaro destacou que ministros do STF estão tentando barrar a aprovação do voto impresso.

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), defendeu nesta quinta-feira (1º) que o Brasil passe a ter o voto impresso e afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se elege somente de forma fraudulenta.

O petista, atualmente, é o adversário que as pesquisas eleitorais apontam que pode disputar um eventual 2º turno em 2022, contra o presidente. “Tiraram o Lula da cadeia, tornaram ele elegível, para ele ser presidente na fraude”, destacou Jair Bolsonaro.

Bolsonaro disse que ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) estão em tratativas para que o voto impresso não seja implantado. “Tem uma articulação de três ministros do Supremo para não ter o voto aditável”, afirmou o presidente.

"Vamos ter problemas"

Ainda segundo o chefe do executivo, caso essa articulação do STF contra o voto impresso tenha sucesso, o Brasil vai sofrer problemas.“Se essa articulação prosperar esses três vão ter que inventar uma outra maneira de termos eleições confiáveis, com a contagem pública de votos. Caso contrário, vamos ter problemas no Brasil”, finalizou Bolsonaro.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2021 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.