GP1

Entretenimento

Shakira perde recurso em caso de fraude fiscal e irá a julgamento

Shakira é acusada de ter sonegado € 14,5 milhões em impostos sobre a renda declarada entre 2012 e 2014.

A cantora Shakira teve seu recurso judicial negado pelo tribunal espanhol, no caso que apura uma suposta fraude fiscal que ela teria cometido. A Justiça confirmou a decisão anterior, que constatou evidências suficientes para colocar a famosa em julgamento e seguir com o processo.

Shakira é acusada de ter sonegado € 14,5 milhões, o que equivale a aproximadamente R$ 74,4 milhões, em impostos sobre a renda declarada entre 2012 e 2014. O promotores espanhóis alegam que a artista estava morando na Catalunha nos anos já mencionados. Entretanto, a defesa da cantora colombiana refutou a acusação, afirmando que sua mudança para a Espanha aconteceu apenas em 2015, e que ela cumpriu suas obrigações fiscais desde então.

"A conduta de Shakira em questões fiscais sempre foi impecável em todos os países em que ela teve que pagar impostos e ela confiou e seguiu fielmente as recomendações dos melhores especialistas e conselheiros", disse o comunicado emitido pelos advogados de Shakira.

Foto: Reprodução/ InstagramShakira
Shakira
Os advogados dela alegam que, considerando sua agenda de shows e compromissos da carreira, ela não teria passado 184 dias na Espanha, o mínimo para ser considerada residente do país e ser obrigada a pagar impostos. Porém, o novo relatório traz a análise de técnicos da Receita Federal do país, que refutaram os argumentos.
A recusa da apelação é uma ratificação de decisão judicial anterior, que foi emitida em meados de julho de 2021. Ainda haverá julgamento, que até o momento não possui data definida.
Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.