GP1

Entretenimento

Pinkett Smith fala da 'vergonha' pela perda de cabelo e do tapa

A Atriz Jada Pinkett Smith disse que escolheu usar o momento para esclarecer como é ter alopecia.
Por Estadão Conteúdo

Jada Pinkett Smith transformou a explosão de seu marido na noite do Oscar em um momento de aprendizado sobre a alopecia areata, o distúrbio de perda de cabelo que a afeta e a milhões de outras pessoas e que, em alguns casos, pode afetar o senso de identidade de uma pessoa.

“Considerando o que passei com minha própria saúde e o que aconteceu no Oscar, milhares me contataram com suas histórias”, disse Pinkett Smith no episódio de quarta-feira do “Red Table Talk”.

A atriz disse que escolheu usar “este momento para dar à nossa família alopecia uma oportunidade de falar sobre como é ter essa condição” e o que ela é. Seus convidados incluíam a mãe de uma menina de 12 anos, Rio Allred, que sofreu bullying por causa da queda de cabelo e suicidou-se, e um médico que explicou os diferentes tipos do distúrbio.

Antes de entrar no assunto, Pinkett Smith abordou os eventos do Oscar de 27 de março. Ela e o marido Will Smith, indicado a melhor ator, estavam na plateia quando o apresentador Chris Rock fez uma piada às custas de Pinkett Smith.

“Jada, eu te amo. ‘G.I. Jane 2’, mal posso esperar para ver”, disse Rock. Pinkett Smith, que falou publicamente sobre sua alopecia, tinha a cabeça raspada semelhante à de Demi Moore no filme de 1997.

Smith levantou de seu assento na primeira fila, foi para o palco e deu um tapa em Rock, chocando o comediante e o público. Smith, que voltou ao seu lugar e mais tarde recebeu o Oscar por "King Richard: Criando Campeãs", posteriormente pediu desculpas a Rock, mas foi banido da cerimônia por 10 anos pela academia de cinema.

“Agora, sobre a noite do Oscar, minha esperança mais profunda é que esses dois homens inteligentes e capazes tenham a oportunidade de se curar, conversar sobre isso e se reconciliar”, disse Pinkett Smith no “Red Table Talk” em uma referência indireta a Smith e Rock. “No estado atual do mundo, precisamos de ambos, e todos nós realmente precisamos uns dos outros mais do que nunca”.

“Até então, Will e eu continuamos fazendo o que temos feito nos últimos 28 anos, e continuamos descobrindo essa coisa chamada vida juntos”, disse Pinkett Smith, que já havia abordado o incidente em um breve post no Instagram que dizia “Esta é uma época de cura e estou aqui para isso.”

A atriz (Viagem das Garotas, filmes Matrix), que apresenta o talk show do Facebook Watch com sua filha, Willow, e Adrienne Banfield Norris, sua mãe, disse que milhões de pessoas estão vivendo com alopecia e o que ela chamou de “ vergonha” que a cerca. A condição, particularmente para mulheres negras, pode afetar a percepção de uma pessoa sobre si mesma e forçá-la a confrontar com frequência as percepções dos outros sobre beleza, cabelo, raça e cultura.

A mãe de Rio, Nicole Ball, falou do impacto do incidente no Oscar, ocorrido menos de duas semanas após a morte de sua filha.

“O que o universo está fazendo agora? Isso é uma loucura'”, Ball lembrou-se de pensar. "As pessoas vão pesquisar no Google: 'O que é alopecia... O que é isso que nunca ouvimos falar?' Não é uma piada."

De acordo com a Fundação National Alopecia Areata, o distúrbio afeta até 6,8 milhões de pessoas nos Estados Unidos de qualquer idade, sexo e grupo étnico, e os sintomas podem variar.

“Acho que a parte mais difícil para mim é que isso vem e vai. É como se estivesse sob um feitiço e precisasse raspar a cabeça”, disse Pinkett Smith.

Mais conteúdo sobre:

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.