GP1

Esportes

CBF confirma datas dos amistosos da seleção brasileira em junho

Brasil encara Coreia do Sul, Japão e Argentina em preparação para a Copa do Mundo do Catar.
Por Estadão Conteúdo

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) confirmou, nesta quarta-feira, datas e horários dos três amistosos a serem disputados pela seleção brasileira, em junho, na próxima data Fifa. O primeiro compromisso dos comandados do técnico Tite será diante da Coreia do Sul, em Seul, dia 2. Quatro dias depois o adversário será o Japão, em Tóquio. O clássico diante da Argentina, previsto para Melbourne, na Austrália, será dia 11.

Brasil x Coreia, no Seul World Cup Stadium, será às 20h (horário local)/8h (horário de Brasília). Na última vez em que se enfrentaram, em novembro de 2019, em Abu Dabi, nos Emirados Árabes, o Brasil venceu por 3 a 0, com gols de Paquetá, Coutinho e Danilo.

A partida contra os japoneses será no Estádio Nacional de Tóquio às 19h20 (horário local)/7h20 (horário de Brasília). Tite dirigiu a seleção brasileira contra o Japão em 2017, em Lille, na França, e o Brasil venceu por 3 a 1 com gols de Neymar, Marcelo e Gabriel Jesus.

Contra a Argentina, o duelo será no Melbourne Cricket Ground, na Austrália, a partir das 21h (horário local) / 8h (horário de Brasília). Em 2017, este estádio recebeu 95 mil pessoas para o tradicional clássico sul-americano em 2017. Os argentinos venceram por 1 a 0, gol de Mercado. Foi a primeira derrota de Tite no comando da seleção. A convocação para estes jogos será feita na próxima semana.

Os jogos fazem parte do cronograma de preparação da seleção para a Copa do Catar. O Brasil é o cabeça de chave no Grupo G, que também tem Sérvia, Suíça e Camarões. Das 32 seleções participantes, 29 já são conhecidas, enquanto três serão definidas em jogos de repescagem, também realizados em junho.

Ver todos os comentários   | 0 |

Facebook
 
© 2007-2022 GP1 - Todos os direitos reservados.
É proibida a reprodução do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização escrita do GP1.