Teresina - PI

Covid-19: Firmino Filho anuncia chegada de 70 respiradores em Teresina

Os equipamentos servirão para ampliar leitos de estabilização e de UTI nos hospitais da rede, reforçando o cuidado a pacientes com quadro grave da Covid-19.

Germana Chaves
Teresina
- atualizado

O prefeito de Teresina Firmino Filho (PSDB) anunciou, na manhã desta segunda-feira (01), a chegada de 70 respiradores comprados na Turquia e que serão utilizados na rede hospitalar da Capital no combate a pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Firmino disse que o investimento é superior a R$ 8,1 milhões.

Os equipamentos servirão para ampliar leitos de estabilização e de UTI nos hospitais da rede, reforçando o cuidado a pacientes com quadro grave da Covid-19. “Bom dia com a chegada hoje cedo dos 70 respiradores vindos da Turquia, vamos aumentar a capacidade no atendimento de casos mais graves de COVID-19 na nossa cidade”, comemorou Firmino.

  • Foto: Divulgação/Ascom70 respiradores para tratamento da Covid-19 chegam a Teresina70 respiradores para tratamento da Covid-19 chegam a Teresina

“Nosso grande desafio nessa pandemia é ampliar a quantidade de leitos de UTI, o que é extremamente necessário diante do número de pessoas infectadas que cresce a cada dia. Temos um cenário de escassez de respiradores em nível mundial, o que dificultou a compra dos equipamentos. Estes foram adquiridos no exterior, dentro das regras internacionais e dos critérios estabelecidos para um momento de emergência como este”, explicou Firmino.

O prefeito também alertou para o aumento da ocupação dos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) por pacientes infectados com coronavírus. De acordo com ele, a capital tem ultrapassado 70% no nível de ocupação.

“A ocupação dos nossos leitos de UTI tem ultrapassado os 70% e os nossos esforços são para ampliação de toda a rede, reforçando inclusive a assistência nas salas de estabilização de hospitais, UPAs e Hospitais de Campanha de Teresina”, ponderou o Firmino Filho.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Chegam ao Brasil 170 respiradores adquiridos por Wellington e Firmino

Respiradores confiscados em SP chegam ao Piauí e vão para três hospitais