Floriano - PI

CRM repudia salário de R$ 1.675 para médico em concurso de Floriano

Como consta no edital do certame, é colocado para a classe um salário de R$ 1.675,00, fora as gratificações.

Laura Moura
Teresina
- atualizado

O Conselho Regional de Medicina do Piauí (CRM-PI) emitiu uma recomendação, na tarde desta quarta-feira (08), aos médicos piauienses para que eles não aceitem ofertas de empregos que apresentem uma remuneração abaixo do piso salarial da categoria.

O documento foi emitido como forma de repúdio ao concurso público da Prefeitura de Floriano. Como consta no edital do certame, é colocado para a classe um salário de R$ 1.675,00, fora as gratificações.

Ao todo, são 13 vagas ofertadas, sendo que 11 são para médicos que deverão cumprir uma carga horária de 40h semanais, uma para 20h com residência na área de psiquiatria e outra para um profissional que irá atuar no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Na recomendação, o conselho destaca que, conforme os Princípios Fundamentais do Código de Ética Médica, o médico necessita ‘ter boas condições de trabalho e ser remunerado de uma forma justa’ e aproveita para fazer uma orientação aos profissionais para que busquem manter a ‘qualificação da atividade profissional e a dignidade do trabalho’.

O concurso

Abriram na tarde desta terça-feira (08) as inscrições para o concurso público da Prefeitura de Floriano que ofertará 157 vagas e cadastro de reserva. Os salários oferecidos vão até R$ 2.500,00. Os interessados poderão se inscrever pelo site do Instituto Legatus até o dia 11 de fevereiro. Os valores das taxas ficaram definidos em R$ 70,00 nível fundamental, R$ 90,00 nível médio e R$ 120,00 nível superior.

Confira a recomendação:

  • Foto: Divulgação/ CRM-PIRecomendaçãoRecomendação