Teresina - PI

Delegado é baleado por criminosos na Central de Flagrantes em Teresina

Em entrevista ao GP1, o delegado Carlos André informou que os bandidos queriam levar um caminhão apreendido, que estava na Central de Flagrantes.

Davi Fernandes
Teresina
- atualizado

Um delegado da Polícia Civil do Piauí, identificado como Carlos André, foi alvo de uma tentativa de homicídio na noite deste sábado (28), por volta de 23h. Ele foi atingido com um disparo de arma de fogo na região do pescoço quando tentou impedir a fuga de criminosos armados na Central de Flagrantes, localizada no Centro de Teresina.

Em entrevista ao GP1, o delegado Carlos André informou que os bandidos queriam levar um caminhão apreendido e que estava na Central de Flagrantes. “Um caminhão havia sido apreendido e estava um pouco distante da Central de Flagrantes por volta de 23h, então reparei nisso e fui dar uma olhada no caminhão e depois vi o veículo já estava ligado”, informou.

Ainda conforme o delegado, os criminosos estavam com uma chave do veículo e o deixaram ligado para empreender em fuga. “Logo depois vi uma pessoa correndo, desliguei o caminhão, peguei a chave e depois surgiu um veículo sedan preto com dois indivíduos dentro e já foram disparando em minha direção”, ressaltou.

Por meio de nota, a Secretaria de Segurança do Estado do Piauí (SSP-PI), informou que o caso vai passar a ser investigado pelo Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO).

Confira a nota na íntegra

A Secretaria Estadual de Segurança Pública, através da Polícia Civil, informa que na madrugada deste domingo (29) o delegado de plantão da Central Flagrantes de Teresina, Carlos André Rodrigues, foi atingido com um tiro superficial no pescoço. O fato ocorreu após apreensão de um caminhão, na tarde deste sábado (28),na zona Sul da capital, pela Polícia Militar. Segundo informações iniciais da Polícia Civil, mesmo após o delegado negar a liberação do veículo, os indivíduos tentaram evadir-se do local com o caminhão. Ainda de acordo com policiais, o delegado ao tentar impedir a fuga, foi surpreendido por homens que andavam em um veículo Toyota/Etios, cor preta ,que efetuaram disparos contra o mesmo, acertando um dos disparos. O delegado passa bem, pois o disparo o atingiu superficialmente. Os meliantes fugiram. O Grupo de Repressão ao Crime Organizado (GRECO) passa a investigar o caso.