Teresina - PI

Depre prende quadrilha e apreende R$ 200 mil em drogas em Teresina

As apreensões foram feitas na casa de Valdir Caldeira – apontado como líder da quadrilha - e sua esposa Edilaine Cassola Ferreira. Ainda foram presos Pedro Vitor Rosa e Elielton Pereira.

Wanessa Gommes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
- atualizado

Apreensão de quase 8 kg de drogas em Teresina

A Polícia Civil do Piauí, através da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), prendeu quatro pessoas, na tarde desta quinta-feira (08), acusadas de tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de arma de fogo, no bairro Recanto das Palmeiras, na zona sudeste de Teresina.

Durante a ação, foram apreendidos quase 8 kg de cocaína, avaliados em mais de R$ 200 mil, um revólver calibre 38 e 11 veículos. As apreensões foram feitas na casa de Valdir Caldeira da Silva – apontado como líder da quadrilha - e sua esposa Edilaine Cassola Ferreira. Ainda foram presos Pedro Vitor Rosa da Silva e Elielton Pereira Portela.

De acordo com o delegado Cadena Júnior, coordenador da Depre, a quadrilha já vinha sendo monitorada há 4 meses. “Essa quadrilha estava sendo monitorada há cerca de 6 meses pela Depre, estava tendo uma grande rotatividade de veículos, são 11 veículos, alguns de luxo, e um Jet Ski”, contou.

A movimentação na residência começou a chamar atenção da vizinhança que fez várias denúncias anônimas. “Fizemos monitoramento e hoje houve uma movimentação muito grande na residência, o que chamou atenção dos investigadores que estavam em campo, nós então pedimos ao juiz Luís Henrique, da Central de Inquéritos, mandados de busca em três endereços, foram concedidos ainda hoje e conseguimos lograr êxito”, relatou.

“Todos os veículos apreendidos são de propriedade dele [Valdir]. Apreendemos seis tabletes na casa de Valdir e um dos tabletes foi apreendido na ação da prisão em flagrante na mão do Elielton e do Pedro Vitor, além de mais de R$ 8.300,00 em dinheiro e em torno de R$ 11.100,00 na casa do Valdeir”, afirmou o delegado.

Valdir e a esposa são do Mato Grosso, Elielton é piauiense e Pedro Vitor é do estado do Maranhão. “Valdir disse que se mudou para o Piauí há dois anos e que estava fazendo tráfico de entorpecentes desde então”, declarou Cadena.